Cinco dicas para aproveitar a 37ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo

Por Luísa Pécora , iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Como evitar estresse, não perder oportunidades e curtir as duas semanas - cansativas, mas felizes - de festival

Duas semanas cansativas, mas felizes. Este costuma ser o resultado da Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, que realiza sua 37ª edição entre os dias 18 e 31 de outubro, com mais de 360 filmes na programação.

Mesmo o mais experiente frequentador do festival se assusta com seu tamanho: muitas opções, muitas salas, muitos eventos, muitos convidados, muita coisa acontecendo ao mesmo tempo e muitas filas para conseguir participar de tudo.

Saiba tudo sobre a Mostra de Cinema de São Paulo

Pensando nisso, o iG separou cinco dicas importantes para quem quer aproveitar o festival deste ano - e com o mínimo de stress possível. Veja, abaixo:

Divulgação
Central da Mostra, no Conjunto Nacional: local para troca de ingressos e informações

1 - Programe-se: Com tantos filmes em cartaz, é fácil se confundir e perder justamente aquele que você mais queria ver. O ideal é montar um roteiro prévio após consultar a programação, que já está disponível na internet e durante o festival estará à venda em formato impresso na salas de cinema e na Central da Mostra, localizada no Conjunto Nacional (Av. Paulista, 2073). 

Uma boa forma de começar é separar, primeiro, os filmes que você mais quer assistir e escolher a melhor data para ver cada um deles. Com os preferidos "garantidos", vá inserindo outros títulos na sua programação. Se sua ideia for aproveitar a Mostra para ver produções que podem demorar ou nem chegar ao circuito comercial, consulte esta lista com as produções que já têm data de estreia.

E não se esqueça de como funciona o esquema de ingressos. Quem comprou pacote ou permanente pode trocar suas entradas na Central da Mostra com quatro a um dia de antecendência - e o mesmo vale para quem comprar ingressos avulsos pela internet. No dia da sessão, a venda só acontece na própria sala.

Augusto Gomes
Fila para comprar pacotes e permanentes da Mostra no primeiro dia de venda (foto de 2010)

2 - Não deixe para depois: É improvável que você chegue ao final da Mostra sem ter topado com pelo menos uma grande fila, seja para comprar ingresso ou para entrar na sala. Pode parecer exagero, mas se não quiser correr o risco de a sessão esgotar ou de sentar na primeira fila do cinema, é bom se preparar.

Se você tem permanentes e pacotes e quer ir a uma exibição muito concorrida, troque seu ingresso na Central da Mostra assim que possível (quatro dias antes). Se for comprar a entrada no próprio dia, chegue na bilheteria antes de ela abrir, o que geralmente acontece uma hora antes da primeira sessão.

Chegar com antecedência também é uma boa forma de garantir um bom lugar no cinema, principalmente se a turma for grande. Para quem gosta de ver mais de um filme por dia, a dica é pegar sessões seguidas na mesma sala. Os monitores costumam entrar para retirar o ingresso de quem ficou, evitando o estresse de ter de se deslocar e - pior - pegar outra fila.

Luísa Pécora
'Glória Feita de Sangue', lançado em 1957 pelo diretor Stanley Kubrick, agora visto na telona


3 - Veja um clássico na telona: À primeira vista, as retrospectivas da Mostra podem parecer sem sentido: com tantos filmes inéditos que podem nunca mais voltar ao Brasil, por que perder tempo com o que podemos ver quando quisermos no DVD?

A exibição de clássicos, porém, é um dos pontos altos do festival e oferece ao público não apenas a oportunidade de conhecer melhor a obra de um diretor, mas, sobretudo, de ver na telona os filmes que só viu em casa. Pode soar obsoleto, mas a experiência, para quem gosta de cinema, é valiosa.

Fãs de Stanley Kubrick, tema de retrospectiva este ano, poderão rever, por exemplo, "2001 - Uma Odisséia no Espaço", "Laranja Mecânica" e "O Iluminado". Também estão na Mosta, em versão restaurada, "Providence", de Alain Resnais, "O Deserto dos Tártaros", de Valério Zurlini e "O Sol por Testemunha", de René Clément.

Divulgação
Filme 'Confissão de Assassinato' integra ciclo dedicado ao cinema sul-coreano


4 - Dê um "tiro no escuro": A Mostra é uma ótima oportunidade para ver filmes badalados, que fizeram sucesso em festivais e podem ser indicados ao Oscar. É o caso, este ano, de "Inside Llewyn Davis", dos irmãos Joel e Ethan Coen, e "O Grande Mestre", de Wong Kar-wai. Mas é igualmente divertido aproveitar o festival para ver longas desconhecidos e que provavelmente não voltarão ao País.

Estes "tiros no escuro" podem causar estranhamento, mas muitas vezes rendem os melhores momentos da Mostra e levam a outras descobertas (eu, por exemplo, nunca mais perdi um longa romeno depois do divertidíssimo "À Leste de Bucareste", tiro no escuro no festival de 2006). 

Pelo menos uma vez durante a Mostra, vá ver um filme sem saber muito sobre ele. O ciclo dedicado ao cinema sul-coreano, um dos mais celebrados do mundo, deve render boas (ou no mínimo curiosas) experiências.

Divulgação
Vão Livre do Masp é um dos espaços que recebem programação gratuita da Mostra


5 - Não esqueça da programação gratuita: Orçamento apertado não é razão para não curtir a Mostra, que tem sessões com entrada franca em dez espaços: FAAP, CEU Butantã, CEU Bristol, Matilha Cultural, Vão Livre do Masp, Parque do Ibirapuera, Vale do Anhangabaú, Cine Sabesp, MIS e Cine Livraria Cultura. No Centro Cultural São Paulo e no Cine Olido, os ingressos serão vendidos a R$ 1.

Além disso, o Espaço Itaú de Cinema Augusta receberá o projeto "Filmes da Minha Vida", que reúne depoimentos de personalidades sobre os longas que marcaram sua trajetória - também com entrada gratuita.

Por fim, não perca as sessões de filmes ao ar livre. No dia 27, "Nathan, o Sábio", de Manfred Noa, erá exibido no Parque do Ibirapuera, com acompanhamento da Orquestra Petrobras Sinfônica; no dia 1º, "O Circo", de Charlie Chaplin, passará no Vale do Anhangabaú, com música da orquestra do Teatro Municipal, encerrando oficialmente a Mostra 2013. Depois, só no ano que vem.

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas