Prontuário médico indica que atriz fez cirurgia; organizadores esperar arrecadar até US$ 30 mil (R$ 66 mil)

Reuters

Um prontuário médico de Marilyn Monroe indicando que a atriz fez uma cirurgia plástica será leiloado no mês que vem, junto com radiografias dela, disse uma casa de leilões na terça-feira.

Os registros médicos, datados de 1950 a 1962, devem arrecadar entre US$ 15 mil e US$ 30 mil (R$ 33 mil a R$ 66 mil) no leilão de 9 e 10 de novembro, disse a casa Julien's, de Beverly Hills, especializada em objetos pertencentes a celebridades.

As anotações feitas pelo cirurgião plástico Michael Gurdin, de Hollywood, parecem confirmar as especulações de que a estrela entrou na faca por razões estéticas. O vendedor, que permanece anônimo, ganhou o prontuário e as radiografias de presente de Gurdin.

As anotações do médico incluem referência a um implante de cartilagem no queixo de Marilyn, em 1950, que ele observou que estava lentamente começando a sofrer desgaste.

Os principais filmes de Marilyn, como "Como Agarrar Um Milionário" (1953), "O Pecado Mora ao Lado" (1955) e "Quanto Mais Quente Melhor" (1959), são todos posteriores a 1950.

Siga o iG Cultura no Twitter

Martin Nolan, diretor-executivo da Julien's, observou que cirurgias plásticas eram algo "muito, muito novo" na década de 1950, e que as especulações sobre o procedimento em Marilyn nunca haviam sido levadas muito a sério. "(As pessoas) achavam que ela era uma beleza tão natural, não queriam acreditar."

Já as radiografias datam de 7 de junho de 1962, quando Monroe se consultou com Gurdin após sofrer uma queda durante a noite, e dois meses antes de ela morrer, aos 36 anos, vítima de uma overdose de barbitúricos. Provavelmente, ela cometeu suicídio.

Marilyn Monroe fotografada por Milton H. Greene em 1955
AP
Marilyn Monroe fotografada por Milton H. Greene em 1955

No dia seguinte à radiografia, Marilyn foi demitida do estúdio 20th Century Fox, onde rodava o inacabado "Something's Got to Give", por causa das suas repetidas ausências.

As radiografias incluem os ossos frontais da face, o osso nasal visto pelos dois lados e imagens do palato da atriz. Em 2010, três radiografias peitorais de Marilyn feitas em 1954 foram leiloadas por 45 mil dólares.

Também em 2010, uma autobiografia escrita pelo cirurgião plástico Norman Leaf -que dividia consultório com Gurdin- citava que Marilyn havia feito uma cirurgia plástica no queixo em 1950. Como base para isso, ele citava essas anotações feitas por Gurdin. Leaf também dizia que Marilyn havia feito uma discreta rinoplastia na ponta do nariz.

Nas radiografias a serem leiloadas, os médicos identificavam a paciente como "Joan Newman" (o nome real dela era Norma Jean Mortenson). As anotações da época davam conta que a queda não havia causado danos ósseos, mas uma recente análise identificou uma pequena fratura, segundo os leiloeiros.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.