Alice Braga: "Hollywood está cada vez mais aberta aos estrangeiros"

Por Luísa Pécora , iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Mais bem-sucedida atriz brasileira nos EUA fala ao iG sobre o filme "Elysium", no qual contracena com Matt Damon

A atriz paulista Alice Braga começou 2013 no Rio de Janeiro e, até agora, passou por São Paulo, Londres, Paris, Veneza, Cidade do Porto, Istambul, José Inácio, Buenos Aires, Nova York e Los Angeles - sempre filmando ou divulgando algum trabalho. Perth, na Austrália, é a próxima parada do movimentado itinerário da mais bem-sucedida artista brasileira em Hollywood.

Se nunca "estourou" nos Estados Unidos, Braga pode se orgulhar de uma carreira internacional consistente, que começou em 2006 com o mexicano "Só Deus Sabe" e passou por blockbusters como "Eu Sou a Lenda" (2007) e "Predadores" (2010) até chegar ao filme da vez, a ficção científica "Elysium", que estreia nesta sexta-feira.

Mais: "Só volto para Hollywood quando achar legal", diz Wagner Moura

Imagem do filme 'Elysium'. Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'Elysium'. Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'Elysium'. Foto: DivulgaçãoMatt Damon em "Elysium". Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'Elysium'. Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'Elysium'. Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'Elysium'. Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'Elysium'. Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'Elysium'. Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'Elysium'. Foto: Divulgação

Dirigido por Neil Blomkamp ("Distrito 9"), o longa marca a estreia em Hollywood de outro brasileiro, o ator Wagner Moura. Enquanto vários artistas do País começam a tentar a sorte nos EUA (os diretores Afonso Poyart e José Padilha são mais dois exemplos), Braga é quase uma veterana.

"Nosso cinema está em um momento muito bom", opinou a atriz, em entrevista ao iG. "Nos últimos anos conseguimos mais investimento e atenção, e demos aos profissionais a possibilidade de trabalhar mais e se desenvolver melhor. E as pessoas estão tendo mais possibilidade de ver este trabalho também. Sinto que Hollywood está cada vez mais aberta aos estrangeiros."

Foi Moura quem sugeriu a Blomkamp que a brasileira integrasse o elenco do filme. A trama se passa em 2154, quando a humanidade está dividida em duas classes: os ricos vivem em uma estação espacial chamada Elysium, enquanto os demais tentam sobreviver em uma Terra abandonada e superpovoada.

Siga o iG Cultura no Twitter

Braga é Frey, amiga de infância do protagonista Max da Costa (Matt Damon), o encarregado por acabar com a desigualdade entre os dois mundos.

"Frey representa as jovens mulheres de lugares pobres que são forçadas pela vida a amadurecer mais rápido, que têm de batalhar muito para chegar ao seus sonhos, mas que ao mesmo tempo não têm autopiedade", definiu a atriz, que se diz fã do diretor. "Ele gosta de entretenimento, ficção científica e robôs, mas nasceu no apartheid, então tem uma consciência política forte. É muito bom ter um filme 'pipoca' que também traz uma questão."

AgNews
Alice Braga na pré-estreia de 'Elysium' em São Paulo (09/09)

Segundo Braga, um dos maiores desafios durante as filmagens de "Elysium" foi carregar Emma Tremblay, a jovem atriz que interpreta sua filha, e que na época pesava 25 kg. Ao final das gravações, Braga pediu que Blomkamp escrevesse uma mensagem em sua cópia do roteiro, e o diretor brincou: "Próximo desafio: 50kg".

O pedido por mensagens nos roteiros - que guarda com cuidado, organizados em fichários - tem se tornado comum. "Peço para a galera escrever alguma coisa para eu poder lembrar daqui uns anos, mostrar para os filhos, sei lá."

Leia também: Alice Braga estrela filme feito para internet, TV e cinema

A coleção deve continuar crescendo. Após as gravações de "Latitudes", um projeto transmídia para o YouTube e a TNT, Braga filmou "O Ardor", western produzido por Brasil e Argentina; o nacional "Muitos Homens Num Só", adaptação de conto de João do Rio; e agora fará o thriller australiano "Kill Me Three Times".

Ao contrário de Moura, a atriz não tem planos de estrear na direção. "Acho muito difícil", afirmou Braga. "Mas estou feliz que meu amigo vai ser diretor. Assim posso pedir emprego."

Veja o trailer de "Elysium":


Leia tudo sobre: alice bragaelysiumwagner mouraneil blomkampcinema

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas