Filme com Scarlett Johansson frustra e sul-coreano choca Festival de Veneza

Por Reuters |

compartilhe

Tamanho do texto

"Under the Skin", no qual atriz interpreta alienígena, recebeu vaias após exibição; "Moebius", de Kim Ki-Duk, foi mostrado fora de competição

Reuters

Um filme em que Scarlett Johansson é uma alienígena predadora na Escócia teve recepção morna nesta terça-feira no Festival de Veneza, enquanto uma obra sul-coreana sobre mutilação e masoquismo, proibida no seu país de origem, motivou gargalhadas incrédulas.

Saiba tudo sobre o Festival de Veneza

Scarlett Johansson apresenta 'Under the Skin' em Veneza. Foto: APScarlett Johansson apresenta 'Under the Skin' em Veneza. Foto: APScarlett Johansson apresenta 'Under the Skin' em Veneza. Foto: APScarlett Johansson e o diretor Jonathan Glazer apresentam 'Under the Skin' em Veneza. Foto: APScarlett Johansson e o diretor Jonathan Glazer apresentam 'Under the Skin' em Veneza. Foto: APA atriz Scarlett Johansson chega ao Festival de Veneza. Foto: APScarlett Johansson dá autógrafos em Veneza. Foto: APScarlett Johansson apresenta 'Under the Skin' em Veneza. Foto: AP

"Under the Skin", do britânico Jonathan Glazer, recebeu os aplausos protocolares e em seguida uma vaia, durante a sessão para a imprensa.

O filme com Johansson, um dos 20 na competição oficial do festival, foi descrito pela Variety como "uma história sobre um alienígena à solta, inegavelmente ambiciosa, mas no fim tépida e tola".

O filme foi todo feito em locações abertas ao público, como um shopping center e uma rua numa úmida cidadezinha escocesa, uma técnica que Glazer disse ser "um ingrediente importante" na produção.

Siga o iG Cultura no Twitter

"Moebius", do sul-coreano Kim Ki-Duk - ganhador do Leão de Ouro no ano passado com "Pieta" - foi exibido fora da competição oficial.

O filme começa com uma mulher cortando os órgãos genitais do seu filho adolescente e é todo pontuado por gritos e agonia, ódio e excitação, com poucos diálogos.

"Embora se proponha a explorar a moralidade e mortalidade acompanhando a busca dos seus personagens masculinos pela gratificação sexual, ‘Moebius' oferece personagens bizarramente caricaturais, cujo comportamento errático beira o hilário", disse o crítico Clarence Tsui na publicação The Hollywood Reporter.

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas