Festival de Veneza 2013 abre espaço para ficção científica e filmes em inglês

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Completando 70 anos, evento começa nesta quarta-feira (28) com "Gravidade", de Alfonso Cuarón

Três ficções científicas estão entre os filmes mais aguardados da edição deste ano do Festival de Veneza, que começa nesta quarta-feira (28) e exibe filmes de 33 países até 7 de setembro. O diretor italiano Bernardo Bertolucci preside o júri do evento, que completa 70 anos em 2013.

A edição deste ano também é marcada pela forte presença de filmes norte-americanos (cinco) e ingleses (três) entre os 20 longas na competição nacional.

Leia também: Bertolucci vai presidir júri do Festival de Veneza deste ano

Imagem do filme 'Gravidade', de Alfonso Cuarón. Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'Under The Skin', de Jonathan Glazer. Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'The Zero Theorem', de Terry Gilliam. Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'Child of God', de James Franco. Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'Philomena', de Stephen Frears. Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'Ana Arabia', de Amos Gitai. Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'L'Intrepido', de Gianni Amelio. Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'Jiaoyou', de Ming-Liang Tsai. Foto: Divulgação

O diretor do festival, Alberto Barbera, trabalhou para assegurar a presença de filmes badalados no momento em que Veneza luta para se manter entre os três principais eventos do gênero no mundo, ao lado de Berlim e Cannes.

Para muitos estúdios hollywoodianos, o alto custo de levar um filme a Veneza faz com que festivais como o de Toronto pareçam mais atraentes. Neste ano, Barbera perdeu dois títulos para o rival canadense: "Capitan Phillips", estrelado por Tom Hanks, e "12 Years a Slave", com Brad Pitt.

Leia também: Estrelas, sexo tabu e morte estarão em foco em Veneza

Nesse sentido, a maior arma de Veneza em 2013 é o filme de abertura, "Gravidade", ficção científica dirigida pelo mexicano Alfonso Cuarón e estrelado pelos astros George Clooney e Sandra Bullock.

Fazendo sua estreia mundial no festival, o longa em 3D conta a história de uma dupla de astronautas que sobrevive à destruição de uma estação espacial e precisa encontrar uma forma de voltar à Terra.

Leia também: "Gravidade", de Alfonso Cuarón, abrirá Festival de Veneza

Outras duas ficções científicas - e que como "Gravidade" vêm sendo gestadas há bastante tempo - chegam a Veneza cercadas de expectativas.

A primeira é "The Zero Theorem", de Terry Gilliam, no qual Christoph Waltz interpreta um hacker recluso. A outra é "Under the Skin", de Jonathan Glazer, que tem Scarlett Johansson como uma alienígena.

AP
Trabalhadores finalizam os preparativos para o Festival de Veneza, que acontece de 28 de agosto a 7 de setembro

Outros destaques são "Philomena", de Stephen Frears, no qual Judi Dench procura pela criança que foi forçada a entregar para adoção; "Child of God", dirigido pelo ator James Franco, sobre um norte-americano que faz sexo com cadáveres; e "The Unknown Known", documentário de Errol Morris sobre o ex-secretário de Defesa dos EUA Donald Rumsfeld - o primeiro filme do gênero a participar da seleção principal em toda a história do festival.

Fora dos filmes produzidos nos EUA e no Reino Unido, os destaques são "L'Intrepido", do italiano Gianni Amelio, sobre um homem desempregado que assume o lugar de pessoas que precisam se ausentar do trabalho; "Jiaoyou", do taiuanês Tsai Ming-Liang, sobre pai e filho que recebem uma visita inesperada; e "Ana Arabia", do israelense Amos Gitai, sobre uma jornalista que visita uma comunidade em Tel Aviv na qual judeus e árabes vivem juntos.

O Brasil está representado no festival com "Amazônia", documentário de Thierry Ragobert que será exibido fora de competição.

Veja a lista completa de filmes em competição:

- "Es-Stouch" - Merzak Allouache (Argélia/França)
- "L'Intrepido" - Gianni Amelio (Itália)
- "Miss Violence" - Alexandros Avranas (Grécia)
- "Tracks" - John Curran (Reino Unido/Austrália)
- "Via Castellana" - Emma Dante (Itália/Suíça/França)
- "Tom à la Ferme" - Xavier Dolan (Canadá/França)
- "Child of God" - James Franco (EUA)
- "Philomena" - Stephen Frears (Reino Unido)
- "La Jalousie" - Philippe Garrel (França)
- "The Zero Theorem" - Terry Gilliam (Reino Unido/EUA)
- "Ana Arabia" - Amos Gitai (Israel/França)
- "Under the Skin" - Jonathan Glazer (Reino Unido/EUA)
- "Joe" - David Gordon Green (EUA)
- "Die Frau Des Polizisten" - Philip Gröning (Alemanha)
- "Parkland" - Peter Landesman (EUA)
- "Kaze Tachinu" - Hayao Miyazaki (Japão)
- "The Unknown Known" - Errol Morris (EUA)
- "Night Moves" - Kelly Reichardt (EUA)
- "Sacro Gra" - Gianfranco Rosi (Itália)
- "Jiaoyou" - Ming-Liang Tsai (Taipei/França)

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas