Atriz estrela e produz "S.O.S - Mulheres ao Mar", filmado em um cruzeiro e com estreia prevista para janeiro

Famosa pelo trabalho na televisão, a atriz Giovanna Antonelli quer preencher uma lacuna do cinema nacional: fazer uma comédia romântica que agrade homens e mulheres de todas as idades.

Após se despedir da delegada Helô, seu personagem na novela "Salve Jorge", ela estrela e produz "S.O.S - Mulheres ao Mar", filmado no mês de julho e com estreia prevista para janeiro.

"Somos grandes espectadores da comédia romântica norte-americana, mas o Brasil produz poucos filmes que sigam o gênero ao pé da letra mesmo: amor com humor", afirmou, em entrevista ao iG .

Leia também: "Muito trabalho me dá prazer", diz Giovanna Antonelli

Dirigido por Cris D'Amato, "S.O.S. - Mulheres ao Mar" conta a história de Adriana (Antonelli), que entra em crise quando é deixada pelo marido, Eduardo (Marcello Airoldi). Disposta a reconquistá-lo e motivada por um livro de autoajuda, ela embarca no cruzeiro no qual ele viaja com a nova namorada, a estrela de novelas Beatriz Weber (Emanuelle Araújo).

Siga o iG Cultura no Twitter

"É um filme extremamente engraçado, ao mesmo tempo que conta uma história de amor. São histórias que eu já vivi, você já viveu, nossos amigos já viveram. A identificação é imediata", afirmou. "É um filme astral, fresh , solar, a cara do verão."

As filmagens se dividiram entre Rio de Janeiro, Roma, Veneza e o navio MSC Orchestra, que fez um trajeto pelo Mediterrâneo. Filmar em alto-mar não foi um problema para a atriz. "Não senti absolutamente nada. Na hora de dormir até embalava meu sono. Eu voltava para o berço", brincou.

Giovanna Antonelli na Expo Disney, em São Paulo
AgNews
Giovanna Antonelli na Expo Disney, em São Paulo

Fã de cinema ("gosto de ver tudo, menos ficção científica"), Antonelli está envolvida na captação de recursos e já planeja duas sequências para "S.O.S."

"Este filme fala sobre a busca da felicidade. A gente acha que o segundo pode ser a busca pela juventude e o terceiro pela espiritualidade", disse. "Com certeza não acabou aqui."

Leia também: Alinne Moraes e Giovanna Antonelli viverão casal gay

Famosa pela atitude empreendedora (seus negócios incluem uma linha de esmaltes e uma clínica de depilação a laser), Antonelli quer entrar de cabeça na produção de cinema. "Não gosto de estar só como atriz, quero sempre estar fazendo alguma coisa a mais", afirmou.

Ela considera que a fase movimentada na carreira - além do filme e dos negócios, era fará um casal gay com Alinne Moraes na próxima novela de Manoel Carlos, "Em Família" - é fruto de dedicação.

"Estou vivendo um momento de abundância, mas com muito pé no chão, porque são coisas que venho construindo há 20 anos. Foi degrau por degrau e assim pretendo continuar", afirmou. "Tenho muito o que aprender como atriz. Estou engatinhando, começando a levantar."

Assista ao making of de "S.O.S. - Mulheres ao Mar":


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.