Após perder papéis de destaque, galã britânico tem chance de virar astro com "O Homem de Aço"

Ele quase foi James Bond em "Cassino Royale", mas perdeu para Daniel Craig. Foi considerado para o papel de Cedrico Diggory, de "Harry Potter", que ficou para Robert Pattinson. Era um dos preferidos da autora Stephenie Meyer para fazer Edward Cullen em "Crepúsculo", mas Pattinson levou de novo.

Leia mais: "Era vital para o filme que Lois Lane soubesse que Clark Kent é o Super-Homem

Foram tantos "quase" na carreira do ator britânico Henry Cavill que, em 2005, a revista "Empire" lhe deu o apelido de "homem mais azarado de Hollywood". Agora, chegou a hora de comemorar: é Cavill quem veste o uniforme de Super-Homem em "O Homem de Aço" , que estreia na sexta-feira (12).

Rosto pouco conhecido do grande público, Henry William Dalgliesh Cavill nasceu em 5 de maio de 1983 na ilha britânica de Jersey. Filho de uma secretária e de um corretor, começou a atuar no início da adolescência, fazendo peças na escola que frequentava em Stowe, na Inglaterra.

A mesma escola serviria de locação para o filme "Prova de Vida" (2000), estrelado pelo ator Russell Crowe. Cavill participou das filmagens como figurante e foi até o astro para pedir algumas dicas.

Em entrevistas, ele relembrou o episódio: "Eu disse: 'Senhor Crowe, meu nome é Henry e estou pensando em virar ator. Como é?'. Conversamos um pouco e, dias depois, ganhei uma foto autografada, que dizia: 'Querido Henry, uma jornada de mil milhas começa com um único passo'."

Nenhum dos dois sabia que, anos depois, Crowe interpretaria o pai de Cavill em "O Homem de Aço". 

Leia também: Por causa de protestos, Cavill cancela vinda ao Brasil

A carreira, porém, demorou a engatar. Cavill teve papéis pouco marcantes em filmes como "Laguna" (2001), "O Conde de Monte Cristo" (2002), "Chapeuzinho no Século 21" (2006) e "Stardust - O Mistério da Estrela" (2007), além de produções para a TV.

As coisas começaram a mudar com "Os Tudors", série sobre o reino e os casamento do rei Henrique 8º exibida pela Showtime entre 2007 e 2010. Como Charles Brandon, o primeiro Duque de Suffolk, Cavill começou a chamar a atenção - principalmente das mulheres, graças às cenas de nudez e sexo.

Henry Cavill na premiere australiana de 'O Homem de Aço' (24/06)
Getty Images
Henry Cavill na premiere australiana de 'O Homem de Aço' (24/06)


No cinema, Cavill trabalhou com Joel Schumacher no terror "Renascido das Trevas" e com Woody Allen em "Tudo Pode Dar Certo". Também protagonizou o blockbuster "Imortais", que foi detonado pela crítica, mas arrecadou US$ 226 milhões (R$ 512,4 milhões) mundialmente.

O anúncio de que interpretaria o Super-Homem em "O Homem de Aço" foi feito em 30 de janeiro de 2011. Tanto o diretor Zack Snyder quanto o produtor Christopher Nolan disseram que o ator era a escolha "perfeita". 

Para se preparar para o papel, Cavill malhou pesado e fez uma dieta de 6 mil calorias diárias, segundo contou seu treinador, Mark Twight, ao "Daily News".

Leia também: "O Homem de Aço" já tem sequência programada

É cedo para saber se vestir o uniforme de super-herói transformará Cavill em astro, mas seu nome certamente se tornou mais conhecido. Maior lançamento do mês de junho nos EUA e no Canadá em toda a história, "O Homem de Aço" já arrecadou mais de US$ 500 milhões (R$ 1,1 bilhão) no mundo. Com isso, tem sequência programada .

Para o futuro, o britânico tem dois projetos alinhados. Um deles é "U.N.C.L.E.", versão para o cinema de uma popular série de TV dos anos 1960, com direção de Guy Ritchie. Cavill vai substituir Tom Cruise, que deixou o projeto para se concentrar no próximo "Missão Impossível".

O ator também dividirá a tela com Ziyi Zhang em "The Great Wall", longa ambientado no século 15, durante a construção da Muralha da China.

Para as fãs, outra notícia: Cavill estaria namorando Kaley Cuoco, a Penny da série "The Big Bang Theory".

Veja o trailer de "O Homem de Aço":



    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.