Os 5 filmes mais marcantes de zumbis

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Das caracteristicas definidas por George A. Romero até as piadas de "Zumbilândia", o iG seleciona produções que têm os mortos-vivos como tema

No universo dos filmes de terror, é dificíl encontrar algo mais aterrorizante do que os zumbis. A aparência humana que apenas esconde a fome pela carne dos vivos e o fácil contágio fizeram com que as criaturas ganhassem espaço nos pesadelos do público.

Infográfico: Os zumbis na cultura pop

Os zumbis voltam a ganhar destaque nos cinemas com a estreia de "Guerra Mundial Z", filme estrelado por Brad Pitt.

Crítica: Blockbuster "Guerra Mundial Z" é bom filme de ação

Cena do filme 'A Noite dos Mortos-Vivos', de George A. Romero. Foto: DivulgaçãoCena do filme 'O Despertar dos Mortos', de George A. Romero. Foto: DivulgaçãoCena do filme 'Zumbi 2', de Lucio Fulci. Foto: DivulgaçãoCena do filme 'Extermínio', de Danny Boyle. Foto: DivulgaçãoCena do filme 'Zumbilândia', de Ruben Fleischer. Foto: Divulgação

Os primeiros mortos-vivos chegaram aos cinemas no começo do século 20. Mas eles ainda não eram as criaturas famitas por sangue e carne humana que  conhecemos hoje. No início, os zumbis eram cadáveres que, por meio da magia negra ou do vodu, voltavam à vida como escravos de um feiticeiro ou bruxo.

Siga o iG Cultura no Twitter

Foi George A. Romero o responsável por dar aos zumbis os contornos que as criaturas mantém até hoje. "A Noite dos Mortos-Vivos", de 1968, definiu o conceito de "zumbi moderno": mortos que voltam à vida para saciar a fome por carne humana.

Infográfico: Os zumbis na cultura pop

Depois de Romero, os mortos-vivos passaram a aparecer em cada vez mais produções. O iG selecionou cinco filmes marcantes com zumbis.

1. "A Noite dos Mortos-Vivos" (1968), de George A. Romero
"They're coming to get you Barbara" foi a frase que introduziu o zumbi moderno aos cinemas. George A. Romero apresentou as criaturas neste filme que conta como um grupo de humanos tentou sobreviver à primeira noite de ataques dos mortos-vivos. Romero ainda foi inovador ao, em plenos anos 1960, usar um ator negro como protagonista.

2. "O Despertar dos Mortos" (1978), de George A. Romero
O segundo filme de zumbis de Romero foi tão bom quanto o primeiro, considerado até melhor por alguns críticos. Na continuação, uma equipe de uma emissora procura abrigo dentro de um shopping, que logo é invadido pelos mortos-vivos. No filme, o diretor usa as criaturas para fazer crítica social, principalmente ao capitalismo.

3. "Zumbi 2" (1979), de Lucio Fulci
No filme do italiano Lucio Fulci, apesar de se alimentarem de carne humana, os zumbis começam a surgir depois que uma maldição vodu é lançada. O longa se passa em dois planos: um grupo de jovens à procura da ilha onde o pai de um deles está e, na própria ilha, um médico vai atrás da cura para a praga. Os mortos-vivos de Fulci protagonizam uma das cenas mais violêntas do gênero, quando enfiam um pedaço de madeira no olho de uma das vítimas.

4. "Extermínio" (2002), de Danny Boyle
Um vírus da raiva modificado é o resposável pela epídemia do filme do britânico Danny Boyle. Porém, mesmo que os doentes passem a se portar como zumbis, existem algumas diferenças da criatura criada por Romero. Aqui, eles são rápidos e fortes, mas podem morrer com um tiro (não apenas na cabeça) e até de fome.

5. "Zumbilândia" (2009), de Ruben Fleischer
Misturando terror, ação e comédia, o filme do americano Ruben Fleicher mostra uma realidade pós-apocalipse zumbi mais divertida. Seguindo os passos de Columbus (Jesse Eisenberg), que cria regras para sobreviver nesse mundo ("não seja um herói", "atire duas vezes"), o longa mostra a matança de zumbis como um esporte. 

Leia tudo sobre: zumbimorto vivolistafilmes

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas