De Voldemort ao Coringa, veja lista selecionada pelo iG com o melhores antagonistas que apareceram nos cinemas nos últimos anos

Dizer que a imaginação do público é povoada apenas pelos heróis do cinema é um engano. Por vezes assustadores, mas podendo ser também carismáticos e engraçados, os vilões muitas vezes roubam a cena dos mocinhos.

"Star Trek - Além da Escuridão" é um bom exemplo. Khan, vilão do novo longa e interpretado por Benedict Cumberbatch, aparece em cartazes e pôsteres de divulgação do filme, deixando para trás Spock (Zachary Quinto) e Capitão Kirk (Chris Pine).

Crítica: "Star Trek - Além da Escuridão" investe em ação na luta contra terrorismo

O Coringa, vilão de "Batman - O Cavaleiro das Trevas", também demonstra como esses personagens podem ser derrotados nos filmes, mas mesmo assim conquistar o público. O ator Heath Ledger ganhou o Oscar de ator coadjuvante pela interpretação do "palhaço do crime". Já Javier Bardem levou o mesmo troféu pelo papel de um assassino em "Onde os Fracos Não Tem Vez".

O iG  selecionou 10 vilões marcantes do cinema nos anos 2000 -você pode votar no favorito.

Coringa, em "Batman - O Cavaleiro das Trevas" (2008)
Heath Ledger interpreta o "palhaço do crime" no segundo filme da trilogia de Batman pelas mão do diretor Christopher Nolan. Em "O Cavaleiro das Trevas" (2008), o Coringa faz com que a cidade de Gotham se volte contra ela mesma, transformando seus heróis em vilões.

Coronel Hans Landa, em "Bastardos Inglórios" (2009)
Christoph Waltz ganhou o Oscar de ator coadjuvante pelo trabalho como o Coronel Hans Landa, detetive nazista de "Bastardos Inglórios" que sente prazer em torturar psicologicamente as vítimas de seus interrogatórios

Lord Voldemort, franquia "Harry Potter" (2001 - 2011)
Foi o ator britânico Ralph Fiennes o escolhido para interpretar o grande vilão dos filmes "Harry Potter". Depois de matar os pais do jovem feiticeiro, Lord Voldemort desapareceu do mundo bruxo. Porém, "aquele-que-não-deve-ser-nomeado" ainda está vivo e, agora, tem como objetivo matar Harry.

Dadinho/Zé Pequeno, em "Cidade de Deus" (2002)
Fernando Meirelles foi indicado ao Oscar de melhor diretor por "Cidade de Deus", filme que conta a história de dois amigos que crescem em uma favela do Rio de Janeiro, mas fazem escolhas diferentes na vida. Dadinho/Zé Pequeno (Douglas Silva/Leandro Firmino da Hora), a sangue frio, se torna o dono da boca.

Anton Chigurh, em "Onde os Fracos Não Tem Vez" (2007)
Javier Bardem ganhou o Oscar de ator coadjuvante por seu personagem no filme dos irmãos Coen. Ele interpreta o assassino Anton Chigurh que, apesar de ser extremamente brutal, segue um código de conduta inflexível.

Bill, de "Kill Bill - Vol. 1" (2003) e "Kill Bill - Vol. 2" (2004)
Toda a sede de vingança da Noiva (Uma Thurman) só pode ser saciada de uma forma: matar todos os companheiros de seu grupo de assassinos, assim como seu chefe a amante Bill (David Carradine).

Loki, de "Thor" (2011) e "Os Vingadores" (2012)
Tom Hiddleston interpreta o Deus Loki, irmão de Thor (Chris Hemsworth), e um dos piores inimigos do herói e seu grupo de amigos. Em "Os Vingadores", ele quase destrói toda Nova York ao liderar uma invasão alienígena para dominar o planeta.

Lotso, em "Toy Story 3" (2010)
Com cheirinho de morango, Lotso é o vilão do último filme da trilogia de "Toy Story". O ursinho é o líder dos brinquedos abandonados na creche, e impede que Buzz e seus amigos voltem para a casa de Andy antes que ele vá para a faculdade.

Jigsaw, franquia "Jogos Mortais" (2004-2010)
Matando das formas mais inventivas possíveis, Jigsaw (Tobin Bell) escolhia suas vítimas entre pessoas que julgava não apreciar a vida. Suas armadilhas funcionavam como um teste final: ou se derrama sangue para provar o valor da vida, ou morre.

Magneto, franquia "X-Men" (2000-2011)
Líder da Irmandade de Mutantes, Magneto (Ian McKellen/Michael Fassbender) é o grande vilão dos X-Men. Considerado um terrorista, ele acredita que os mutantes sejam o próximo passo evolutivo da humanidade e, por isso, não devem temer os seres humanos, e sim subjugá-los.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.