Em "Antes da Meia-Noite", romance de Jesse e Celine sente peso do casamento

Por Luísa Pécora , iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Ethan Hawke e Julie Delpy retomam personagens pela terceira vez, agora quarentões e pais de gêmeas

Quando saltaram do trem para viver uma noite de amor em Viena, Jesse e Celine, de "Antes do Amanhecer" (1995), entraram para a lista dos casais inesquecíveis do cinema. Nove anos depois, em "Antes do Pôr-do-Sol", eles se reencontraram em Paris e decidiram abandonar tudo para ficar juntos. O público comemorou: finalmente, chegou o final feliz.

Feliz, sim, mas bem longe daqueles dos contos de fada, ou mesmo da maior parte dos filmes românticos de Hollywood. Em "Antes da Meia-Noite", que estreia nesta sexta-feira (14), os personagens de Ethan Hawke e Julie Delpy estão juntos e são pais de gêmeas de sete anos, mas encaram um desafio: continuar apaixonados apesar de todos os problemas trazidos pelo casamento e pela convivência diária.

Leia também: Relembre 12 casais marcantes do cinema

Imagem de 'Antes da Meia-Noite'. Foto: DivulgaçãoImagem de 'Antes da Meia-Noite'. Foto: DivulgaçãoImagem de 'Antes da Meia-Noite'. Foto: DivulgaçãoImagem de 'Antes da Meia-Noite'. Foto: DivulgaçãoImagem de 'Antes da Meia-Noite'. Foto: DivulgaçãoImagem de 'Antes da Meia-Noite'. Foto: DivulgaçãoImagem de 'Antes da Meia-Noite'. Foto: DivulgaçãoImagem de 'Antes da Meia-Noite'. Foto: DivulgaçãoImagem de 'Antes da Meia-Noite'. Foto: DivulgaçãoImagem de 'Antes da Meia-Noite'. Foto: Divulgação

Os três filmes da série - todos dirigidos por Richard Linklater, que assina o roteiro com Hawke e Delpy - funcionam como um retrato do amor em cada fase da vida - aos 20, 30 e 40 anos. Os longos diálogos de Jesse e Celine sobre relacionamento, sexo, casamento, morte e passagem do tempo soam tão verdadeiros, e a atuação de Hawke e Delpy tão natural, que os dois se parecem com qualquer casal comum.

"Antes da Meia-Noite" segue a mesma fórmula simples, com longos planos sem cortes e muitos diálogos, mas as conversas existenciais parecem menos naturais entre um casal que está junto há anos do que entre quem acabou de se conhecer.

Siga o iG Cultura no Twitter

Para solucionar o problema, Linklater, Hawke e Delpy ampliaram a interação de Jesse e Celine com outros personagens, especialmente em uma cena no início do filme, na qual os dois almoçam com amigos durante férias no sul da Grécia. A cena revela bastante sobre o momento atual do casal, com pequenas farpas aqui e ali, mas tem diálogos fracos e parece forçada.

Reprodução
Ethan Hawke e Julie Delpy em "Antes do Amanhecer"

Com isso, "Antes da Meia-Noite" demora a engatar, o que só acontece do meio para o fim. Jesse e Celine vão a um hotel para uma noite sem as crianças, mas começam a brigar após uma ligação de Hank, filho de 14 anos do primeiro casamento de Jesse, que vive nos Estados Unidos com a mãe.

Sentindo-se culpado e distante ao deixar o menino no aeroporto na manhã daquele mesmo dia, Jesse passa a considerar a possibilidade de trocar Paris por Chicago. Celine, por sua vez, encara tal pensamento como determinação e dá início a uma pesada discussão de relação, cheia de acusações, xingamentos e palavras duras.

Está claro que aquela não é uma briga ocasional, mas a explosão de uma série de questões que acompanha o casal há anos: o peso das escolhas feitas no passado, os sonhos que cada um abandonou pelo outro, as mudanças trazidas pelo nascimento das crianças e a falta de tempo para os dois. Nos primeiros filmes, se entregar ao amor era a única saída possível. Hoje, eles sentem as consequências da decisão, que também causou mágoas e separações.

O fim das ilusões pesa tanto para Jesse e Celine quanto para o público, que se acostumou à "fofura" do casal e previu futuro diferente. Mas "Antes da Meia-Noite" tem o cuidado de não esquecer completamente o romantismo que uniu os dois personagens, tirando da realidade a beleza desta nova fase. "Essa é a vida real", diz Jesse. "Não é perfeita, mas é real."

Diálogos como este soam diferentes dos de "Antes do Pôr-do-Sol", quando Jesse falava de seu casamento infeliz e das decepções da vida adulta. As coisas continuam difíceis, mas, desta vez, ele está disposto a passar por elas para continuar com Celine. Ao que parece, não há maior demonstração de amor.

Veja um cena de "Antes da Meia-Noite":


compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas