"Velozes e Furiosos 6" tem segunda melhor abertura do ano no Brasil

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Sexto capítulo consegue a melhor estreia da história da franquia, arrecadando R$ 12,8 milhões

"Velozes e Furiosos 6" se tranformou na segunda melhor abertura do ano no Brasil, arrecadando R$ 12,8 milhões do fim de semana de estreia (24 a 26 de maio). Foi também a melhor abertura da história da série.

Leia também: "Velozes e Furiosos" chega ao sexto filme mantendo adrenalina em alta

Cena do filme 'Velozes e Furiosos 6'. Foto: DivulgaçãoCena do filme 'Velozes e Furiosos 6'. Foto: DivulgaçãoCena do filme 'Velozes e Furiosos 6'. Foto: DivulgaçãoCena do filme 'Velozes e Furiosos 6'. Foto: DivulgaçãoCena do filme 'Velozes e Furiosos 6'. Foto: DivulgaçãoCena do filme 'Velozes e Furiosos 6'. Foto: DivulgaçãoCena do filme 'Velozes e Furiosos 6'. Foto: DivulgaçãoCena do filme 'Velozes e Furiosos 6'. Foto: Divulgação

O sexto filme da franquia conseguiu tirar "Homem de Ferro 3" do topo do ranking de renda, após quatro semanas de liderança. Mas o longa estrelado por Robert Downey Jr. continua bem na frente na lista de maiores aberturas do ano, com R$ 25,6 milhões.

"Bonitinha, Mas Ordinária", principal estreia nacional da semana, não conseguiu entrar no top 10 de renda, ficando com o 12º lugar.

Dois longas brasileiros que já estavam em circuito permaneceram entre os campeões de arrecadação: "Somos Tão Jovens" levantou R$ 108,2 mil, batendo a marca de 1,5 milhão de ingressos, e "Giovanni Improtta" teve a sétima maior renda (R$ 378 mil).

Veja a lista de dez maiores aberturas do ano no Brasil:

1 - "Homem de Ferro 3" - R$ 25,6 milhões
2 - "Velozes e Furiosos 6" - R$ 12,8 milhões
3 - "João e Maria - Caçadores de Bruxas" - R$ 8,7 milhões
4 - "Oz - Mágico e Poderoso" - R$ 8,4 milhões
5 - "Detona Ralph" - R$ 8,3 milhões
6 - "Os Croods" - R$ 6,8 milhões
7 - "Somos Tão Jovens" - R$ 5,8 milhões
8 - "G.I. Joe - Retaliação" - R$ 5,7 milhões
9 - "Reino Escondido" - R$ 5,2 milhões
10 - "Duro de Matar: Um Bom Dia Para Morrer" - R$ 5 milhões

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas