Drama do franco-tunisiano Abdellatif Kechiche sobre romance entre duas mulheres provocou polêmica pelas fortes cenas de sexo, mas levou principal prêmio

O drama "Blue Is the Warmest Colour", do diretor franco-tunisiano Abdellatif Kechiche, ganhou neste domingo (26) a Palma de Ouro do Festival de Cannes 2013 . O filme conta a história de uma adolescente de 15 anos que vive um intenso caso de amor com outra mulher e provocou polêmica pelas fortes cenas de sexo.

Em uma decisão sem precedentes, o júri presidido pelo cineasta Steven Spielberg reconheceu o trabalho das atrizes Adele Exarchopoulos e Léa Seydoux junto com filme ao anunciar a Palma de Ouro.

Saiba tudo sobre o Festival de Cannes 2013

Outros dois longas considerados favoritos não foram esquecidos: "Inside Llewyn Davis", de Joel e Ethan Coen, levou o Grand Prix, enquanto "Like Father, Like Son", de Hirokazu Kore-eda, ficou com o prêmio do júri.

iGual: Filme gay leva prêmio principal em Cannes, outro estreia na HBO americana

O corpo de jurados, que inclui a atriz Nicole Kidman , se dividiu entre vários filmes, num sinal da qualidade da competição deste ano, que contou com 20 títulos. Amat Escalante levou melhor direção com "Heji" e Jia Zhang-Ke ficou com o prêmio de roteiro por "A Touch of Sin".

Bruce Dern foi escolhido melhor ator por seu trabalho em "Nebraska", de Alexander Payne. A melhor atriz foi Bérénice Bejo, conhecida pelo vencedor do Oscar "O Artista", que estrela "Le Passé", novo filme do iraniano  Asghar Farhadi, diretor de "A Separação".

No sábado (25), o prêmio da segunda mostra mais importante , Um Certo Olhar, foi anunciado para "L'Imagem Manquante", documentário do cambojano Rithy Panh. O filme usa pequenas figuras de barro para contar como a família do cineasta sucumbiu sob o regime do Khmer Vermelho.

Imagem do filme 'Blue Is The Warmest Color'
Divulgação
Imagem do filme 'Blue Is The Warmest Color'

"Blue Is The Warmest Colour", cujo título original em francês é "La Vie d'Adele - Chapitre 1 & 2", tem cerca de três horas de duração e é o primeiro filme de Kechiche a ser exibido em Cannes.

Baseado em romance lançado em 2010, o longa usa com frequência imagens em close-up dos lábios da atriz principal (Adele Exarchopoulos), seja dormindo, comendo ou beijando sua parceira. Críticos avaliaram que as longas e fortes cenas de sexo devem diminuir o alcance do filme, devido à censura e temores das distribuidoras.

Kaya Burguess, do "London Times", chamou o longa de "uma das histórias de amor mais bonitas e discretamente contadas que já vi num filme." Jordan Mintzer, do "Hollywood Reporter", descreveu "Blue Is The Warmest Color" como "uma apaixonante história de amor contada de forma comovente".

Veja a lista completa de vencedores:

Palma de Ouro: "Blue Is The Warmest Colour"
Grand Prix: "Inside Llewyn Davis"
Prêmio do júri: "Like Father, Like Son"
Diretor: Amat Escalante, "Heji"
Roteiro: Jia Zhang-Ke, "A Touch of Sin"
Ator: Bruce Dern, "Nebraska"
Atriz: Bérénice Bejo, "Le Passé"
Câmera de Ouro: “Ilo ilo"
Curta-metragem: "Safe"


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.