Mostra foi criada para lembrar o 50º aniversário da morte da celebrada atriz

Reuters

Parte de uma exposição de roupas e fotografias de Marilyn Monroe foi roubada enquanto era transportada da Itália para a República Tcheca, informou o curador do evento nesta quarta-feira.

Siga o iG Cultura no Twitter

A exposição, em comemoração ao 50º aniversário de sua morte, foi criada pelo Museu Salvatore Ferragamo, em Florença, no ano passado. Ferragamo foi o sapateiro favorito da atriz, que tinha uma dúzia de pares feitos a mão.

O curador Jan Trestik disse que um caminhão que transportava roupas e fotografias foi invadido em um ataque aparentemente coordenado na região central da República Tcheca contra caminhões que transportam mercadorias de luxo da Itália.

O porta-voz do Castelo de Praga, David Sebek, que deverá sediar a exposição, afirmou que a maioria das peças, incluindo seus vestidos, já tinha chegado intactas.

O porta-voz policial de Praga Tomas Hulan disse que os policiais estavam investigando o caso, mas se recusou a dar detalhes.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.