"Sou passional como Renato Russo", diz ator de "Somos Tão Jovens"

Por Luísa Pécora , iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Em vídeo, Thiago Mendonça e Laila Zaid falam sobre filmagens da cinebiografia do cantor: "Quando acabou, rolou um vazio muito grande"

Interpretar Renato Russo em "Somos Tão Jovens", que estreia nesta sexta-feira (3), representou uma verdadeira maratona para o ator Thiago Mendonça. Em maio de 2011, ele deixou sua casa no Rio de Janeiro e foi para Brasília se dedicar a três meses de ensaios diários com o produtor musical Carlos Trilha. Aprendeu a tocar violão e guitarra, conseguiu imitar a voz do cantor e mergulhou no universo da Turma da Colina.

Crítica: Em "Somos Tão Jovens", Thiago Mendonça impressiona como Renato Russo

Em agosto, quando as filmagens terminaram, voltar para a vida normal foi mais difícil do que pensava. “Fiquei esse tempo todo distante da minha casa e dos meus amigos. Quando acabou, rolou um vazio muito grande”, diz Mendonca, em entrevista ao iG.

Até então, a experiência do ator com música se resumia a ser ouvinte e a ter interpretado o cantor sertanejo Luciano em "Dois Filhos de Francisco" (2005), no qual o uso de playback não exigiu que ele tocasse e cantasse ao vivo, como em "Somos Tão Jovens".

Ouça: Seis canções para entender a Legião Urbana

Mendonça relembra o primeiro encontro com Carlos Trilha, que produziu discos de Renato Russo. Ele lhe entregou um baixo e pediu que tocasse qualquer coisa. "Pelo jeito que peguei o instrumento, ele disse: 'Dá'", conta o ator.

Pouco tempo depois, tanto Trilha quanto o diretor Antonio Carlos da Fontoura chamavam Thiago de Renato. Além do timbre de voz parecido, colaborou o fato de "Somos Tão Jovens" focar na adolescência do cantor, quando ele ainda se formava musicalmente e passava por experiências semelhantes às de muitos jovens.

"Tem uma linha comum a qualquer adolescente, essa energia, essa vontade de vida. Possivelmente revisitei a minha vontade de vida para emprestar essa energia mais solar e juvenil pro Renato", afirma Mendonça.

Thiago Mendonça em cena do filme 'Somos Tão Jovens'. Foto: DivulgaçãoShow do Aborto Elétrico no filme 'Somos Tão Jovens'. Foto: DivulgaçãoThiago Mendonça e Laila Zaid no filme 'Somos Tão Jovens'. Foto: DivulgaçãoCena do filme 'Somos Tão Jovens'. Foto: DivulgaçãoCena do filme 'Somos Tão Jovens'. Foto: DivulgaçãoCena do filme 'Somos Tão Jovens'. Foto: DivulgaçãoCena do filme 'Somos Tão Jovens'. Foto: DivulgaçãoCena do filme 'Somos Tão Jovens'. Foto: DivulgaçãoCena do filme 'Somos Tão Jovens'. Foto: Divulgação

Questionado sobre se também é temperamental e intenso como o personagem, Mendonça responde: "Eu pegaria temperamental e intenso e diria passional. Esse envolvimento com as coisas que o Renato parece ter, essa paixão pelas coisas que acreditava e a música que fazia. Acho que sou passional assim também". 

O ator defende a decisão do diretor de criar uma personagem fictícia, Ana (Laila Zaid), para representar amigas e namoradas de Renato Russo. Para Mendonça, a inclusão não significa uma recusa de discutir o homossexualismo do cantor, mas um reflexo do momento de "descoberta".

“Com ela, ele descobre que o tesão pode estar no afeto, no amor”, afirma. “Acho que a questão homossexual está ali. Mesmo que sutilmente.”

Sobre a possibilidade de virar cantor, Mendonça deixa a porta aberta. "Se um dia sentir necessidade ou algum estímulo para me expressar vocalmente... mas sem a pretensão de virar cantor...pode ser que sim. Com um repertório mais meu, ou seja, bem eclético."

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas