"Laranja Mecânica" volta aos cinemas; veja trabalhos que se inspiraram na obra

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Cinesesc, em São Paulo, inclui o clássico de Stanley Kubrick de 1971 na programação

O clássico "Laranja Mecânica" voltou ao cartaz em São Paulo. O longa dirigido por Stanley Kubrick em 1971 será exibido pelo Cinesesc a partir desta sexta-feira (26).

O filme, que será exibido até 2 de maio, foi inspirado no livro homônimo de 1962 de Anthony Burgess, uma distopia que trabalha com ideias como violência e livre-arbítrio.

Alex (Malcolm McDowell), personagem principal de 'Laranja Mecânica'. Foto: DivulgaçãoAlex e seu companheiros, em cena do clássico de 1971 . Foto: DivulgaçãoStanley Kubrick nas filmagens de 'Laranja Mecânica'. Foto: DivulgaçãoAlex vai preso, e passa por uma terapia de aversão para reduzir sua pena. Foto: DivulgaçãoDesfile de Herchcovitch inspirado em 'Laranja Mecânica'. Foto: Tricia Vieira / FotoarenaDesfile de Herchcovitch inspirado em 'Laranja Mecânica'. Foto: Tricia Vieira / FotoarenaDesfile de Herchcovitch inspirado em 'Laranja Mecânica'. Foto: Tricia Vieira / Fotoarena

A história se passa na Inglaterra no futuro e acompanha Alex - um jovem que gosta tanto de música clássica quanto de violência. Traído por seus companheiros, ele acaba preso e, para reduzir sua sentença, participa de um projeto experimental de tratamento por aversão. Alex, então "curado" e incapaz de qualquer ato violento, tenta se reintegrar à sociedade, sem muito sucesso.

A influência de "Laranja Mecânica" atravessou gerações e pode ser notada até hoje no trabalho de diversos artistas, nos mais diversos campos.

Divulgação
A capa do disco 'A-Lex', do Sepultura

A banda brasileira Sepultura lançou, em 2009, o disco "A-Lex", com todas as faixas inspiradas no livro. "Nossa ideia era criar uma trilha sonora para o livro", contou Derrick Green, vocalista da banda, ao iG. "Por isso, acompanhamos a história do personagem (Alex) capítulo a capítulo, criando nossa música."

A trilha sonora do filme de Kubrick, que tem seu momento mais brilhante ao aliar a música "Singin' in The Rain" a cenas de violência explícita, foi evitada pelo Sepultura. "Nós tentamos nos distanciar o máximo possível da trilha do filme para trazer novas ideias para nossas músicas" contou Green.

Siga o iG Cultura no Twitter

Quem também se inspirou na obra foi o estilista brasileiro Alexandre Herchcovitch. Sua coleção masculina de verão de 2011 contava com chapéus coco e suspensórios, artigos usados por Alex e seus companheiros. Além de "Laranja Mecânica", o estilista também tirou ideias do personagem do vagabundo de Charles Chaplin e do quadro "Le Fils de L´Homme", de René Magritte.

A televisão também já se apropriou das ideias dessas obras, mas de maneira mais descontraída. Animações como "South Park" e "Os Simpsons" já fizeram versões de algumas das cenas mais marcantes do filme. A serie "Lost" também se inspirou no filme, quando um personagem é submetido a um processo de tratamento semelhante ao de Alex.

"Laranja Mecânica"
Cinesesc (rua Augusta, 2.075, São Paulo; tel 11-3087-0500)
De 26 de abril a 2 de maio
De sexta a quinta, às 14h30 e às 19h; sexta (26/4) e sábado (27/4) também às 23h10
De R$ 2 a R$ 12

Leia tudo sobre: Laranja MecânicaStanley KubrickCinesesc

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas