'Mataram Meu Irmão' vence o festival de documentários É Tudo Verdade

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

O filme de Cristiano Burlan venceu a competição brasileira, enquanto "A Máquina que Faz Tudo Sumir", de Tinatin Gurchiani, foi o ganhador da categoria internacional

O brasileiro "Matarm Meu Irmão", de Cristiano Burlan, e o filme georgiano "A Máquina que Faz Tudo Sumir", de Tinatin Gurchiani, foram os vencedores da edição 2013 do festival É Tudo Verdade, um dos principais de cinema documental da América Latina. A premiação aconteceu na noite deste sábado (13), no Cine Livraria Cultura, em São Paulo.

Ao mostrar a história de seu irmão, Rafael Burlan, um usuário de crack assassinado em 2001, Cristiano Burlan levou o prêmio mais esperado da noite. O cineasta reuniu depoimentos de familiares e imagens da periferia de São Paulo para retratar o drama do parente, encontrado morto em uma vala de lixo no Capão Redondo.  

Vencedor da categoria internacional do festival de documentários, "A Máquina Que Faz Tudo Sumir" mostra o atual retratado da Geórgia, um dos países que compunham a antiga União Soviética, por meio de uma seleção de elenco para um filme publicitário. A obra já tinha levado, em Sundance, o prêmio de melhor direção na competição de longas estrangeiros. 

"Pátio", de Aly Muritiba, foi prestigiado na categoria de documentário curta-metragem nacional, enquanto o espanhol "Uma História para os Modlin", de Sergio Oksman, venceu em curta-metragem internacional. 

O "É Tudo Verdade" aconteceu simultaneamente em São Paulo e Rio de Janeiro do dia 4 a 13 de abril. Os filmes vencedores terão exibições especiais neste domingo (14). 


Leia tudo sobre: é tudo verdadedocumentáriovencedores

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas