Morre Harry Reems, ator do pornô 'Garganta Profunda'

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Par de Linda Lovelace na produção que foi sucesso de bilheteria tinha 65 anos e lutava contra um câncer no pâncreas

Harry Reems, um dos protagonistas do filme pornográfico "Garganta Profunda" (1972), morreu nesta terça-feira (19), aos 65 anos. A causa da morte não foi divulgada, mas a mulher do ator, Jeanne Sterrett Reems, disse que ele sofria de vários problemas de saúde, inclusive câncer no pâncreas.

Leia também: 2013 é o ano do sexo no cinema

AP
Harry Reems concede entrevista em Park City, nos EUA, em 2005

Reems morreu em um hospital de Salt Lake City, nos Estados Unidos, onde foi internado no início do mês. Antes, ele tinha passado por sessões de quimioterapia. "O último ano foi muito, muito difícil", disse Jeanne.

Siga o iG Cultura no Twitter

AP
Harry Reems em 1979, após o sucesso de 'Garganta Profunda'

Nascido em Nova York em 1947 e batizado Herbert Streicher, ele foi militar antes de entrar para a indústria do entretenimento, nos anos 1970.

Inicialmente, ele seria diretor de iluminação de "Garganta Profunda", mas assumiu o papel principal depois do desligamento do protagonista.

O filme foi o primeiro pornô a fazer sucesso nos cinemas, com bilheteria estimada em US$ 600 milhões.

Veja também: Cinco cenas famosas de sexo do cinema

Em "Garganta Profunda", Reems interpreta um médico que recebe a paciente vivida por Linda Lovelace, cuja garganta é uma área sexualmente sensível.

O filme provocou tamanha polêmica que Reems chegou a receber uma condenação por obscenidade, depois revogada.

O ator trabalhou em dezenas de outros longas pornôs até abandonar a indústria, em 1980.

Após se mudar para Park City, em Utah, tornou-se agente imobiliário. Casou-se com Jeanne em 1990. "No fim das contas, ele odiava fazer pornô", disse ela. "Era com isso que ele conseguia ganhar dinheiro."

Com BBC

Leia tudo sobre: harry reemsgarganta profunda

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas