Produtor Harvey Weinsten é o nome mais citado em discursos no Oscar

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Estudo mostra também que chorar durante agradecimento se tornou mais comum desde meados dos anos 1990; veja outras curiosidades

Getty Images
Harvey Weinstein, mais citado que Deus no Oscar

Um dos homens mais poderosos de Hollywood é o mais citado nos discursos dos vencedores do Oscar: o produtor Harvey Weinstein, que chefiou o estúdio Miramax e agora é dono da The Weinstein Company, recebeu mais agradecimentos do que Deus.

Leia também: Seth MacFarlane é aposta para atrair público jovem em Oscar "musical"

Essa é uma das descobertas de um estudo da pesquisadora Rebecca Rolfe, que assistiu a mais de 200 discursos de vencedores do Oscar desde 1953 (primeiro ano em que a cerimônia foi televisionada) e descobriu uma série de curiosidades. Segundo sua contagem, Weinstein foi mencionado em 12 discursos, enquanto Deus recebeu 11 citações. 

Rolfe percebeu que chorar durante o discurso se tornou mais comum desde 1995, principalmente entre as vencedoras de melhor atriz: 12 das últimas 15 premiadas deixaram as lágrimas rolar no palco. As exceções são Hillary Swank em 1999, Helen Mirren em 2006 e Marion Cottilard em 2007.

Infográfico: Tente adivinhar os atores que já ganharam o Oscar

A pesquisadora também notou que os discursos estão ficando mais longos. Em 1953, duravam cerca de 40 segundos, agora a média é de quase dois minutos.

Veja outras curiosidades reveladas pelo estudo:

Atores x diretores: Enquanto 25% dos atores têm o hábito de agradecer os outros indicados em sua categoria, apenas 16% dos diretores fazem o mesmo. Os atores são também mais chorões: 21% se emocionaram no palco. Em todo o período analisado, só um diretor chorou: Steven Spielberg, quando venceu em 1993 por "A Lista de Schindler".

Mulheres x homens: Enquanto 47% das premiadas agarram a estatueta durante o agradecimento, os vencedores do sexo masculino (26%) preferem levantá-la para o alto. Além disso, 18% delas usaram a palavra "coração" durante o discurso, contra 11% dos homens.

Getty Images
As cobiçadas estatuetas do Oscar

Colinha: A maior parte dos vencedores não costuma levar anotações para o palco. E ao contrário do que se pode pensar, a colinha não parece deixar o processo mais eficiente. De acordo com o estudo, o tempo médio de um discurso sem ajuda de papelzinho dura 1:23 minutos. Com papelzinho, a média sobe para 2:02 minutos.

Obrigado: 79% dos discursos terminam com alguma forma em inglês de dizer "obrigado". De acordo com o estudo, 48% usam "thank you", 22% usam "thank you very much", 9% preferem "thank you so much" e 2% abreviam para "thanks". Poucos usam "I love you" ("eu te amo", em inglês): apenas 3% dos vencedores.

Família: 40% dos vencedores agradecem seus familiares na parte final do discurso. As mães são citadas por 31% das mulheres e 26% dos homens, enquanto os pais são lembrados por 24% das vencedoras e 23% dos vencedores.

Sensação: A palavra mais usada pelos atores para descrever como se sentem ao ganhar o Oscar é "great" ("ótimo" em inglês). A expressão foi usada por 38% dos homens e 33% das mulheres. Também muito citadas foram "good" ("bom") e "wonderful" ("maravilhoso").

Leia tudo sobre: oscarcinemaoscar 2013

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas