Tarantino quer fazer uma trilogia com "Django Livre" e "Bastardos Inglórios"

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Cineasta diz que terceiro longa baseado em algum período histórico deve acontecer

Getty Images
O cineasta Quentin Tarantino no Bafta 2013

Após receber o prêmio de melhor roteiro original por "Django Livre" na cerimônia de entrega do Bafta 2013, ocorrida no último domingo (10), o cineasta Quentin Tarantino afirmou que pretende unir o seu trabalho atual e o anterior, "Bastardos Inglórios", de 2009, em uma trilogia.

Siga o iG Cultura no Twitter

"Esse tema de reescrever a história implora por uma trilogia, implora para que eu faça um terceiro filme. Não decidi ainda sobre o que será, mas eu não ficaria surpreso", disse o diretor aos jornalistas presentes no Bafta.

Enquanto em "Django Livre" Tarantino situa a trama no sul dos Estados Unidos do século 19, em "Bastardos Inglórios" a ação acontece durante a Segunda Guerra Mundial.

O único elo entre as duas histórias é a presença do ator Christoph Waltz, vencedor do Bafta tanto por "Bastardos Inglórios" quanto por "Django Livre".

Leia tudo sobre: Quentin Tarantinocinema

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas