Matthew McConaughey, "descamisado" profissional no cinema; veja a galeria

Aos 43 anos, ator exibe os músculos em "Magic Mike", mas nem é de longe a primeira vez

iG São Paulo |

Channing Tatum tem a fama de "descamisado" e é a estrela de "Magic Mike" , produção sobre strippers masculinos em cartaz neste final de semana, mas não é à toa que Matthew McConaughey interpreta o dono do clube das mulheres no filme. Com 43 anos completados neste domingo (4), McConaughey já tirava a camisa em cena antes mesmo de Tatum terminar o colégio. Ele é, por excelência, o "descamisado" mor.

Siga o iG Cultura no Twitter

Basta colocar tudo na ponta do lápis. Em um levantamento recente da revista Empire, chegou-se à conta que, além de aparecer de peito nu em 60% de seus filmes, McConaughey tem no total cerca de 70 minutos assim, à vontade. Ou seja, o ator texano tem praticamente um longa-metragem inteirinho só exibindo sua musculatura definida – Marcos Pasquim ficaria com inveja.

Não que esse seja um comportamento alienígena para Matthew McConaughey. Depois de um intercâmbio na juventude na Austrália, ele se apaixonou pelo surfe e sempre que pode, cai no mar com a prancha – daí sua alegria em participar de projetos como Um Amor de Tesouro e "Surfer, Dude", ambos de 2008. Vidrado em vida saudável, não raro ele faz a festa dos paparazzi fazendo cooper apenas de bermuda. Por conta disso, basta dar um Google rápido para ver existem por aí mais fotos dele sem camisa do que o contrário.

Reprodução/FlashNews/AgNews
Matthew McConaughey: sem camisa no dia a dia

No cinema, depois de um papel que roubou as atenções na comédia adolescente "Jovens, Loucos e Rebeldes" (1993), viveu um maníaco em "O Massacre da Serra Elétrica - O Retorno" (1994), filme B de terror em que fez sua estreia descamisado, mesmo que fosse abrindo o próprio peito com uma faca. O début propriamente dito, com a pinta de galã que ele merece, se deu no drama de tribunal "Tempo de Matar" (1996).

Leia também:  Com strippers masculinos, "Magic Mike" se revela, veja só, moralista

Daí para frente, virou rotina. "Contato" (97), "Newton Boys - Irmãos Fora-da-Lei" (98), "Ed TV" (99), "A Mão do Diabo" (2001), "Como Perder um Homem em 10 Dias" (2003), "Sahara" (2005)... Fica até difícil fazer as contas. Em seus últimos trabalhos, como "O Poder e a Lei" e "Killer Joe" (ainda inédito no país), apareceu sem camisa em todos, talvez para provar que o fato de ter virado quarentão não quer dizer nada.

Se a ideia era essa, "Magic Mike", então, se mostrou ideal. Além de exibir o peitoral definido (e outras coisas mais), mostra ainda ter talento para a dança, em números ousados, e para a música, levando as mulheres da boate à loucura com um violão. De deixar Tatum e os outros moleques da nova geração morrendo de inveja.

Leia também:  Matthew McConaughey perde 14 quilos para papel em filme

    Leia tudo sobre: matthew mcconaughey

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG