Mostra de SP será aberta por filme sobre Pinochet e encerrada por Tim Burton

Evento terá ainda exibição de cópia restaurada de "Tubarão" e homenagem a Andrei Tarkovsky

iG São Paulo |

Divulgação
Gael García Bernal em 'No', do chileno Pablo Larrain

A Mostra de Cinema de São Paulo 2012 será aberta em 18 de outubro com uma sessão de "No", filme sobre o referendo feito em 1988 no qual o povo chileno negou a permanência do ditador Augusto Pinochet no poder. O longa é dirigido por Pablo Larrain e estrelado por Gael García Bernal.

O evento será encerrado em 1 de novembro com  "Frankenweenie" , animação em preto-e-branco dirigida por Tim Burton.

Siga o iG Cultura no Twitter

A Mostra de SP 2012 programou ainda uma exibição especial, em 2 de novembro, de "Nosferatu", clássico alemão de 1922 dirigido por F.W. Murnau, ao ar livre, no parque Ibirapuera, com acompanhamento da orquestra Petrobras Sinfônica.

Um dos destaques do evento será uma homenagem ao russo Andrei Tarkovsky, que faria 80 anos em 2012 (ele morreu em 1986). A Mostra promoverá uma exposição de fotos do cineasta, no Masp, e exibirá todos os seus filmes, como "Solaris".

Uma das atrações da Mostra de SP 2012 será as exibições de cópias restauradas de filmes como 'Tubarão", de Steven Spielberg, e "Lawrence da Arábia", de David Lean.

O pacote integral de ingressos custa R$ 410 e dá direito a entrada em todas as sessões; já a permanente especial (entrada nas sessões de segunda a sexta até as 17h55) custa R$ 95. Os ingressos individuais custam R$ 15 (de segunda a quinta) e R$ 19 (de sexta a domingo). O pacote de 40 ingressos sai por R$ 300, e o de 20 ingressos, R$ 175.

    Leia tudo sobre: cinemamostra de são paulo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG