Morre diretor de cinema francês que descobriu Isabelle Adjani e Sophie Marceu

Claude Pinoteau tinha 87 anos e havia trabalhado com cineastas como Jean Cocteau e Jean-Pierre Melville

EFE |

EFE

AFP
O cineasta francês Claude Pinoteau, em foto de 2006

O diretor de cinema francês Claude Pinoteau, descobridor das atrizes Isabelle Adjani e Sophie Marceau, morreu na sexta-feira (dia 5) aos 87 anos nos arredores de Paris.

Siga o iG Cultura no Twitter

Pinoteau, nascido em 1925 em Boulogne-Billancourt, cidade no subúrbio de Paris, dirigiu em 1974 o filme "La Gifle", protagonizada por Isabelle Adjani, e em 1980 rodou "La Boum: No Tempo dos Namorados", obra que tornou Sophie Marceau conhecida. Ambas se transformaram depois em duas das atrizes francesas mais conhecidas das últimas décadas.

O francês começou sua carreira como assistente de direção em 1948 e trabalhou com nomes como Jean Cocteau, Jean-Pierre Melville, Henri Verneuil e Claude Lelouch. Ele dirigiu seu primeiro longa-metragem, "Les silencieux", em 1973.

Especializado no gênero "film noir" e suspense, Pinoteau também fez algumas comédias e seu último trabalho foi um documentário para a televisão dirigido em 2005 sobre Abbé Pierre, fundador da Associação Emaús.

    Leia tudo sobre: claude pinoteaucinema

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG