"Dentro de Casa", de François Ozon, vence Festival de San Sebastián

Longa-metragem estrelado por Kristin Scott-Thomas e Fabrice Luchini também ganhou prêmios de crítica e público no litoral espanhol

iG São Paulo com EFE |

A comédia "Dentro de Casa" ("Dans la Maison"), dirigida por François Ozon, levou a Concha de Ouro e o prêmio de melhor roteiro na 60ª edição do Festival de Cinema de San Sebastián, na Espanha, encerrado neste sábado (29) com a exibição de "Quartet", estreia na direção do ator norte-americano Dustin Hoffman .

Siga o iG Cultura no Twitter

Depois de já ter competido no evento com "Sob a Areia" (2000) e "O Refúgio" (2010), Ozon enfim, triunfou em San Sebastián. De acorco com o júri presidido pela produtora norte-americana Christine Vachon, "Dentro de Casa" foi premiado por seu impecável jogo de cena, que se baseia na obra de teatro "O Rapaz da Última Fila", de Juan Mayorga.

Ozon recebeu o grande prêmio da noite em tom combativo, lembrando que é uma "má idéia atacar a cultura em períodos de crise". "Assim não vamos resolver a crise. Este filme fala do amor ao cinema e sobre a necessidade do cinema. O mundo também necessita do cinema espanhol", completou o diretor francês.

Estrelado por Fabrice Luchini e Kristin Scott-Thomas, "Dentro de Casa", que está na programação do Festival do Rio , também conquistou os prêmios de crítica e público. O espanhol "Blancanieves" venceu venceu o Prêmio Especial do Júri e Fernando Trueba, a Concha de Prata de melhor diretor por "O Artista e a Modelo".

Ao longo da semana, foram exibidos dois filmes brasileiros, "Cores" e "Era Uma Vez Eu, Verônica" . Uma verdadeira constelação de artistas de Hollywood foi homenageada: Dustin Hoffman , Tommy Lee Jones , Ewan McGregor , John Travolta e Oliver Stone .

Veja abaixo a lista de premiados do Festival de San Sebastián 2012.

Concha de Ouro: "Dans a Maison", de François Ozon (França)
Prêmio Especial do Júri: "Blancanieves", de Pablo Berger (Espanha)
Melhor Diretor: Fernando Trueba, por "O Artista e a Modelo" (Espanha)
Melhor Ator: José Sacristán, por "El Muerto y Ser Feliz", de Javier Rebollo (Espanha, Argentina, França)
Melhor Atriz: Katie Coseni, por "Foxfire", de Laurent Cantet (França), e Macarena García por "Blancanieves"
Melhor Fotografia: Touraj Aslani, por "Rhino Season", de Bahman Ghobadi (Turquia)
Melhor Roteiro: François Ozon, por "Dentro de Casa"
Prêmio Novos Diretores: "Carne de Perro", de Fernando Guzzoni (Chile, França, Alemanha)
Prêmio do Público SGAE-Fundação Autor: "As Sessões", de Ben Lewin (EUA)
Prêmio Horizontes: "O Último Elvis", de Armando Bo (Argentina, EUA)
Prêmio da Juventude: "7 caixas", de Juan Carlos Maneglia e Tana Schémbori (Paraguai)

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG