30 anos sem Grace Kelly

Musa de Hollywood e princesa de Mônaco morreu em acidente de carro aos 52 anos

iG São Paulo | - Atualizada às

A morte da atriz e princesa Grace Kelly completa 30 anos nesta sexta (14). Nascida nos Estados Unidos, Grace Patricia Kelly começou a atuar ainda jovem em peças teatrais. Sua estreia no cinema aconteceu aos 22 anos, no filme "Quatorze Horas" (1951) - o pequeno papel não chamou muito a atenção.

Siga o iG Cultura no Twitter

Os holofotes só se voltaram para a jovem dois anos mais tarde, em "Mogambo" (1953). O filme, dirigido por John Ford e estrelado por Clark Gable, rendeu a Kelly sua primeira indicação ao Oscar e o Globo de Ouro de atriz coadjuvante.

O Oscar de melhor atriz veio com "Amar é Sofrer" (1954), drama dirigido por George Seaton no qual Kely interpreta Georgie Elgin, mulher de um ator alcoólatra que ganha a chance única de retornar aos palcos.

No mesmo período, o talento e a beleza de Kelly atraíram a atenção do mestre do suspense, Alfred Hitchcock , que a convidou para estrelar a adaptação de "Disque M para Matar" (1954). A obsessão pela atriz, que foi chamada de "musa de Hitchcock", rendeu mais duas colaborações com o cineasta: "Janela Indiscreta" (1954) e "Ladrão de Casaca" (1955).

Foi durante a promoção de "Ladrão de Casaca", em Mônaco, que Kely conheceu seu futuro marido, o príncipe Rainier 3º, de Mônaco. O casamento ocorreu em 18 de abril de 1956.

Leia também: Grace Kelly é páreo duro para as princesas modernas

Kelly e Rainier tiveram três filhos: Carolina Margarida Grimaldi, Albert Alexandre Louis Pierre e Stéphanie Marie Elisabeth Grimaldi, nascidos respectivamente nos anos de 1957, 1958 e 1965.

A morte da princesa ocorreu em 14 de setembro de 1982, quando o carro que ela dirigia saiu da estrada e caiu em um penhasco. O acidente causou a Kelly um derrame cerebral e posteriormente sua morte, aos 52 anos.

    Leia tudo sobre: Grace Kellycinema

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG