"Intocáveis" é o filme francês mais visto da história no exterior

Comédia já foi assistida por 23,1 milhões de espectadores pelo mundo e bateu marca de "O Fabuloso Destino de Amélie Poulain"

iG São Paulo |

Depois de uma carreira exitosa em seu país-natal, "Intocáveis" se tornou neste final de semana o filme francês mais visto da história no exterior. De acordo com o Unifrance, órgão que promove a exportação do cinema francês, a comédia sobre um tetraplégico e seu cuidador já foi assistida por 23,1 milhões de espectadores internacionais, superando "O Fabuloso Destino de Amélie Poulain" (2001), recordista anterior. A expectativa é de que o longa-metragem ultrapasse a marca dos 25 milhões quando entrar em cartaz na Inglaterra e Oceania.

Apesar do sucesso, "Intocáveis" não tem a liderança em seu país de origem. Até hoje, o maior fenômeno nacional de bilheteria na França chama-se "A Riviera Não é Aqui" (2008), também uma comédia, que acumulou público de 20,49 milhões de pessoas – "Intocáveis" parou em 20 milhões de espectadores em território nacional.

Dirigido pela dupla Olivier Nakache e Eric Toledano, "Intocáveis" é livremente baseado na história de Philippe Pozzo di Borgo, aristocrata parisiense tetraplégico que contratou um imigrante argelino como seu acompanhante. Na ficção, a os dois foram interpretados por François Cluzet e Omar Sy, primeiro ator negro a ganhar o prêmio César (Oscar francês) , no papel de um imigrante, mas senegalês.

Leia também:  "Intocáveis" diverte no limite do politicamente incorreto

A comédia bateu recordes de público na Alemanha (8,6 milhões de pessoas), Espanha (2,48 milhões), Itália (2,47 milhões) e Coreia do Sul (1,7 milhão). No Brasil, o filme estreou na quinta posição, e em 10 dias foi assistido por 205 mil pessoas.

No mercado norte-americano, "Intocáveis" acumula US$ 10 milhões em bilheteria, total considerado satisfatório para uma comédia, mas atrás, por exemplo, do ganhador do Oscar "O Artista" (US$ 45 milhões) e "Amélie Poulain" (US$ 37 milhões).

    Leia tudo sobre: intocáveiscinema francêsbilheteria

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG