Filme de terror "Possessão" lidera bilheterias nos EUA pela segunda semana

Arrecadação total dos longas em cartaz foi a pior naquele país desde os ataques de 11 de setembro de 2001

iG São Paulo | - Atualizada às

O longa de terror "Possessão" , dirigido por Ole Bornedal e co-produzido por Sam Raimi, ficou em primeiro lugar nas bilheterias norte-americanas neste final de semana. O filme arrecadou US$ 9,5 milhões (R$ 19,2 milhões) - nos dez dias em que está em cartaz, faturou no total US$ 33,3 milhões (R$ 67,5 mi).

É a primeira vez desde setembro de 2008 que nenhum filme bate a marca de US$ 10 milhões em um fim de semana. A previsão é a de que a arrecadação de todos os filmes que estão em cartaz chegue a US$ 67 milhões, o pior resultado desde o final de semana seguinte ao 11 de Setembro (US$ 59,7 mi).

Siga o iG Cultura no Twitter

"É bem assustador quando o principal filme fatura só US$ 9,5 milhões", disse Paul Dergarabedian, analista de bilheterias da Hollywood.com. "No verão, havia filmes sozinhos que tinham fins de semana de estreia maiores do que todo o faturamento desse fim de semana."

O especialista, contudo, disse que há perspectiva de melhora, com a estreia do próximo filme da franquia "Resident Evil", chamado "Resident Evil 5: Retribuição" , e o relançamento em 3D de "Procurando Nemo" .

Leia também: Bilheterias no verão da América do Norte têm primeira queda em seis anos

"Possessão" é um filme de terror inspirado em uma notícia de jornal sobre uma família que luta contra um demônio conhecido como Dibbuk, do antigo folclore ídiche. O espírito reside em uma caixa Dibbuk e dizem possuir os corpos das pessoas com a intenção de devorá-los.

Em "Possessão", o Dibbuk entra no corpo de uma jovem, e seus pais tentam descobrir como pará-lo. Kyra Sedgwick e Madison Davenport estão no filme.

Leia também: "Possessão" retoma exorcismo, mas com espírito demoníaco judeu

Neste final de semana, o segundo lugar ficou com o drama "Os Infratores" , que abocanhou US$ 6 milhões (US$ 23,5 mi).

Estrelado por Bradley Cooper e Zoe Saldana, o drama "The Words" aparece em seguida, com US$ 5 milhões.

Uma surpresa na bilheteria dos EUA é o desempenho do filme anti-Obama "2016: Obama's America", que já faturou US$ 26 milhões e se tornou o segundo documentário político de maior arrecadação - atrás apenas de "Fahrenheit 9/11", de Michael Moore, com US$ 119,2 milhões.

* com Reuters

    Leia tudo sobre: possessãobilheteriashollywood

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG