Leilão expõe a intimidade do mito Greta Garbo

Cerca de 800 objetos pessoais da atriz, morta em 1990, serão vendidos em dezembro na Califórnia

Reuters |

Reuters

Reprodução
Greta Garbo

Ela era conhecida por sua beleza e por preservar com unhas e dentes sua privacidade. Mas, neste ano, fãs da atriz Greta Garbo terão a chance de adquirir algum entre mais de 800 itens seus de guarda-roupa e decoração, inclusive a cama onde dormia.

A casa de leilões Julien's Auctions anunciou na quarta-feira que venderá móveis, objetos de arte e roupas - como um vestido que ela usou para jantar com o presidente John F. Kennedy, ou um boneco de neve inflável que ela mantinha em seu quarto por diversão. O leilão acontecerá nos dias 14 e 15 de dezembro em Beverly Hills, na Califórnia.

"Ela é para sempre sedutora, misteriosa e à frente do tempo, e é muito moderna", disse seu sobrinho-neto Derek Reisfield à Reuters.

A atriz sueca começou sua carreira ainda no cinema mudo, em 1927, e soube como poucos artistas fazer a transição para o meio falado. Foi indicada quatro vezes ao Oscar, mas só recebeu a estatueta em 1954, pelo conjunto da obra. Parou de fazer filmes em 1941, e teve então uma vida muito discreta em Nova York, até morrer, em 1990, aos 84 anos.

Reisfield disse que a família começou a pensar no leilão dos objetos na época do centenário da atriz, celebrado em 2005. "Percebemos que é preciso realmente ter a responsabilidade de tentar reforçar e proteger seu legado", afirmou.

Os 853 objetos a serem leiloados ficarão expostos a partir de 29 de setembro num museu em Kildare, na Irlanda, e em novembro seguem para os EUA a bordo do navio Queen Mary 2.

    Leia tudo sobre: Greta Garbocinemaleilão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG