Morre o cineasta gaúcho Sérgio Silva

Aos 66 anos, diretor de "Anahy de las Misiones" não resistiu às complicações de um câncer

Marco Tomazzoni - enviado a Gramado | - Atualizada às

O Festival de Gramado amanheceu de luto nesta quarta-feira (15). Um dos homenageados desta edição do evento, o diretor gaúcho Sérgio Silva morreu em Porto Alegre, aos 66 anos, vítima das complicações de um câncer.

Também professor de faculdades de Comunicação e Artes Dramáticas da capital gaúcha, Silva se tornou conhecido por seu segundo longa-metragem, "Anahy de las Misiones" (1997), ganhador de seis prêmios no Festival de Brasília, inclusive melhor filme. Estrelado por Araci Esteves, Marcos Palmeira e Dira Paes, o filme se passa na Guerra Cisplatina, no sul do continente sul-americano, no início do século 19.

Siga o iG Cultura no Twitter

Especialista em tramas de época, Sérgio Silva fez os longas históricos "Heimweh/Nostalgia" (1990, todo falado em alemão) e "Noite de João" (2003). Com Marcos Palmeira como protagonista, seu último trabalho, "Quase Um Tango", ganhou dois Kikitos no Festival de Gramado de 2009, melhor roteiro e melhor atriz (Vivianne Pasmanter). O filme permanece inédito em circuito comercial.

Sérgio Silva receberia uma placa por sua contribuição ao cinema produzido no Rio Grande do Sul no domingo, mas na última hora, pela piora em seu estado, cancelou a viagem e não pôde comparecer ao Festival de Gramado.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG