Exposição na Polônia traz imagens inéditas de Marilyn Monroe

Imagens estavam esquecidas em armazém em Nova York e foram usadas como pagamento de dívida

EFE | - Atualizada às

EFE

Em homenagem aos 50 anos da morte de Marilyn Monroe, uma galeria de Varsóvia, na Polônia, surpreendeu ao apresentar uma exposição com uma série de imagens inéditas da atriz norte-americana. A estrela aparece retratada em um set de filmagem, em seu quarto e também na companhia de amigos.

As 60 fotografias reunidas na mostra pertencem a uma coleção de imagens de celebridades assinada pelo reconhecido fotógrafo Milton Green, que retratou inúmeros protagonistas dos anos dourados de Hollywood, como a própria Marilyn, Cary Grant e Audrey Hepburn.

As imagens chegaram a mãos polonesas nos anos 1990 como parte do pagamento de uma dívida milionária. Desde então, permaneceram esquecidas em um armazém de Nova York. A dívida foi contraída por um empresário de Chicago acusado de roubar a Polônia, que na época vivenciava a transição do comunismo à economia de mercado.

Leia também:  Morta há 50 anos, Marilyn Monroe ainda rende milhões

O pagamento da dívida veio através de uma coleção de 4 mil fotografias, que inclui retratos de Frank Sinatra, Liza Minnelli, Marlene Dietrich, Paul Newman, Alfred Hitchcock e Marlon Brando.

Para muitos, Milton Green foi o único fotógrafo capaz de captar a verdadeira face de Marilyn, a de uma mulher solitária, sensível e, de certo modo, melancólica.

Leia também: Números e fatos do furacão loiro no cinema

A exposição, inaugurada na última segunda (dia 6) e que apresenta imagens de outras estrelas de Hollywood, só conta com parte desta coleção de Green, avaliada em US$ 700 mil (R$ 1,4 milhão). Após essa exposição em Varsóvia, que se estende até o final do mês, as imagens deverão ser leiloadas.


    Leia tudo sobre: POLÔNIA FOTOGRAFIA

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG