Universo de Georges Méliès desembarca no MIS, em São Paulo

Desenhos, figurinos e cartazes originais do diretor visionário de "Viagem à Lua" integram exposição; bisnetos do artista vêm ao país e público pode interagir em instalação

iG São Paulo | - Atualizada às

Quando o cinema foi inventado pelos irmãos Lumière em 1895, o que se via na tela grande em movimento eram apenas imagens documentais, mudas, que por si só já deslumbravam os espectadores da época. Mal sabiam eles que a verdadeira magia seria criada logo depois, pelas mãos de Georges Méliès, homenageado recentemente por Martin Scorsese em "A Invenção de Hugo Cabret" .

Mágico por profissão, Méliès ficou maravilhado pelas possibilidades da nova tecnologia. Usando trucagens na edição, percebeu que conseguiria fazer atores e objetos aparecerem e desaparecerem – era a origem dos efeitos especiais. Combinada com figurinos e cenários elaborados, a técnica deu origem a mundo de sonho, no qual fantasias podiam se tornar realidade no escurinho do cinema. Tudo graças aos filmes de Méliès, que, polivalente, escrevia, desenhava, atuava e dirigia suas produções.

Uma parcela desse universo desembarca nesta quarta-feira (04) no Museu da Imagem e do Som (MIS), em São Paulo, direto da Cinemateca Francesa. A exposição "Georges Méliès, mágico do cinema" reúne o acervo da cinemateca e o material herdado por Madeleine Malthête-Méliès, neta do diretor. Dispostos em seis seções, cartazes, desenhos, figurinos, fotografias e documentos originais do artista, inéditos no país, estarão ao alcance do público até 16 de setembro.

As paredes do MIS vão servir de base para projeções de 11 filmes de Méliés – embora tenha rodado centenas de curtas-metragens, grande parte se perdeu nas guerras na Europa na primeira metade do século passado. O mais famoso deles, "Viagem à Lua" (1902), que completa 110 anos, será exibido dentro de uma nave espacial inspirada pelo filme.

Em paralelo à exposição, grupos de até oito pessoas podem participar da "Instalação Méliès", obra interativa que permite a criação de filmes de até 30 segundos, usando mecanismos celebrizados pelo cineasta francês e cenários pré-determinados. A brincadeira, desenvolvida pela artista Letícia Ramos, tem um ingresso à parte, no valor de R$ 10.

No dia 15 de julho, às 16h, bisnetos de Méliès vão acompanhar a projeção de filmes célebres do diretor no cinema do MIS. Marie-Hélène Lehérissey irá narrar os curtas e Lawrence Lehérissey fará a trilha sonora ao vivo no piano.

SERVIÇO – "Georges Méliès, mágico do cinema"
De 4 de Julho a 16 de setembro de 2012
Museu da Imagem e do Som de São Paulo (MIS-SP)
Avenida Europa, 158
Terças a sábados, das 12h às 21h; domingos e feriados, das 11h às 20h
Ingresso: R$ 4 (inteira) e R$ 2 (meia)
Informações: (11) 2117-4777

    Leia tudo sobre: exposiçãogeorges méliéscinema

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG