Atores e cineastas de Hollywood exaltam Nora Ephron

Diretora e roteirista morreu nesta terça-feira aos 71 anos, vítima de uma leucemia

EFE |

EFE

Getty Images
A diretora e roteirista Nora Ephron

A diretora e roteirista Nora Ephron, morta na última terça-feira aos 71 anos , foi lembrada nesta quarta-feira por atores e companheiros de profissão com os quais ela trabalhou ao longo de sua carreira, que destacaram sua constante luta pela felicidade tanto nos filmes como na vida real.

"Era uma especialista em todos os aspectos da vida", disse Meryl Streep, que foi indicada ao Oscar por "Julie & Julia" (2009), dirigido por Nora, e "Silkwood - O Retrato de uma Coragem", escrito pela cineasta.

"Você podia chamá-la para pedir conselho sobre qualquer coisa: médicos, restaurantes, receitas, discursos ou simplesmente brincadeiras. Fazíamos tudo, constantemente", explicou a atriz em um e-mail enviado ao jornal "The New York Times". "Nora refletia sobre cada situação e pensava: como posso fazer disto algo mais divertido?", acrescentou.

Tom Hanks, a quem Ephron dirigiu em "Sintonia de Amor" (1993) e "Mensagem Pra Você" (1998), comentou que tanto ele como sua esposa, Rita Wilson, estavam tristes com a notícia. "Ela levantava o nosso espírito com sua sabedoria e inteligência misturadas com o amor pela vida", disse o ator em comunicado.

Além disso, Billy Crystal, coprotagonista junto a Meg Ryan de "Harry & Sally - Feitos um Para o Outro" (escrito por Ephron e dirigido por Rob Reiner), comentou que a cineasta foi "uma escritora e humorista brilhante".

Da mesma forma, Nicole Kidman, protagonista de "A Feiticeira" (2005), lamentou a perda. "Me sinto agradecida por ter sido sua amiga e pela oportunidade de trabalhar com ela. Nunca esquecerei os jantares, os jogos e os risos que compartilhamos".

Além disso, Mike Nichols, diretor de "A Difícil Arte de Amar" (escrita por Ephron), ressaltou que Nora é "absolutamente insubstituível". O agente da cineasta confirmou na terça-feira que a produtora nova-iorquina estava há anos lutando contra leucemia.

Nora foi três vezes candidata ao Oscar pelos roteiros originais de "Silkwood - O Retrato de uma Coragem" (1983), "Harry & Sally - Feitos um Para o Outro" (1989) e "Sintonia de Amor" (1993).

    Leia tudo sobre: Nora EphronMeryl StreepTom Hankscinema

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG