Tom Cruise vive astro do rock na comédia musical "Rock of Ages"

Sátira do metal dos anos 1990 ainda tem Alec Baldwin e Catherine Zeta-Jones no elenco

EFE |

EFE

Divulgação
Tom Cruise em 'Rock of Ages'

Com um elenco de destaque, liderado por Tom Cruise, o diretor Adam Shankman, um especialista em musicais, encanta o público ao resgatar clássicos dos anos 1980 em "Rock of Ages", uma das estreias mais badaladas do fim de semana nos cinemas dos Estados Unidos.

Esta adaptação do famoso musical homônimo da Broadway, que acompanha as aventuras e ambições de um jovem casal pelo Sunset Strip de Hollywood, conta com nomes como Catherine Zeta-Jones, Russell Brand, Alec Baldwin, Paul Giamatti, Julianne Hough, Diego Boneta e a cantora Mary J. Blige.

"Tom Cruise é o que melhor canta de todos eles", revela Mary em entrevista à Agência EFE. "Me surpreendeu vê-lo cantando dessa maneira. E também Catherine. Sua versão de 'Hit Me With Your Best Shot' é a prova disso".

A canção é apenas uma das 20 interpretadas pelo elenco ao longo do filme, todas elas clássicos do rock de grupos como Def Leppard, Foreigner, Journey, Guns N' Roses, Twisted Sister e Bon Jovi.

A história do filme se desenvolve em 1987 e gira em torno do The Bourbon Room, um clube com problemas financeiros que será palco da última atuação da maior estrela do rock do momento (Stacee Jaxx, o personagem de Tom Cruise) antes de seguir carreira solo.

"Desde que Tom se tornou pai, tem ouvido mais músicas em casa. Começou a assistir mais musicais e pensou que seria divertido participar de um", explica o diretor do filme. "Ele sugeriu trabalharmos juntos, e eu dei a chance de ele se transformar em uma estrela do rock. Ele aceitou encantado, mas disse que não faria se não conseguisse cantar bem e também não ia querer ter sua voz substituída. Por isso, fez exaustivos trabalhos com um treinador vocal", acrescenta Shankman.

As grandes apostas do filme chegam pelas mãos de Catherine Zeta-Jones, que dá vida a uma personagem ultraconservadora em sua primeira grande produção desde "A Lenda do Zorro" (2005), e o casal cômico formado por Brand e Baldwin, que vivem os sóciosdo clube noturno.

"Fiz vários papéis de vilã em minha carreira, mas sempre acabam sendo divertido, especialmente em um filme assim", disse a atriz galesa, ganhadora do Oscar pelo musical "Chicago". "Ninguém faz musicais como Adam Shankman. Por causa dele, eu disse sim mesmo antes de ler o roteiro. Sabia que estava em boas mãos".

A esposa de Michael Douglas, dedicada a sua família ultimamente, participou de três filmes nos últimos sete anos, mas avisa ao público que voltará a marcar presença nas telonas. "Sinto-me genial por estar em cartaz novamente. É como voltar para casa. Vou começar meu sexto filme em um ano e, certamente, o público me verá muito mais", aponta Catherine.

O ator Russel Brand, por sua vez, protagoniza um dos grandes momentos do filme com um beijo cheio de paixão na boca de Baldwin. "Reparou na química? Foi tão real. Quando vejo os olhos de Alec, sinto uma paixão em meu coração. Sinto-me como um Dom Quixote, vejo moinhos, é tudo como um sonho. Só existe amor no mar de seus olhos. E tudo isso pelo preço de um ingresso", ironiza Brand.

Outro beijo, muito mais cômico e comentado, é o protagonizado por Cruise e Malin Akerman. "Na verdade, não sei se podemos chamar isso de beijo", comenta entre risos a atriz, que no filme encarna uma jornalista da revista "Rolling Stone". "Adam me disse que seria algo louco, que nos beijaríamos por inteiro. Morria de dar risada gravando esse momento", detalha Malin, que conheceu seu marido em 2002 tocando numa banda de rock no Sunset Strip.

"Jaxx é uma figura fictícia, mas, às vezes, a sátira é a melhor maneira de se abordar coisas reais", ressalta Brand. "Jaxx personifica a ideia do hedonismo e da desilusão. Está só, mas descobre o amor e encontra a felicidade. É uma mensagem interessante", completa o ator britânico.

    Leia tudo sobre: Rock of AgesTom CruiseCinema

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG