Morre o cineasta Carlos Reichenbach

Diretor de filmes como 'Império do Desejo' e 'Garotas do ABC' havia completado 67 anos nesta quinta (14)

iG São Paulo | - Atualizada às

AE
O cineasta Carlos Reichenbach

O cineasta Carlos Reichenbach morreu no final da tarde desta quinta (14), em São Paulo, data em que completava 67 anos. 

Siga o iG Cultura no Twitter

Diretor de 22 filmes, entre eles “O Império do Desejo” (1981), “Filme Demência” (1985), “Alma Corsária” (1993) e “Garotas do ABC” (2003), Reichenbach integrou diversos movimentos de vanguarda, como o Cinema Marginal e as experiências mais autorais da Boca do Lixo.

Entre os prêmios recebidos em sua carreira destacam-se o Kikito de melhor diretor no Festival de Gramado por "Filme Demência", em 1986, e o Candango de melhor filme no Festival de Brasília por "Alma Corsária", em 1993.

Deixe seu comentário ao final do texto.

Reichenbach foi tema de uma mostra com seus filmes no Festival de Roterdã, na Holanda, nos anos 1980. Em sua última edição, realizada no início deste ano, o evento holandês exibiu uma cópia restaurada de “Liliam M – Relatório Confidencial”, de 1975, considerado um de seus principais filmes.

Sócio da produtora Dezenove Som e Imagens ao lado de Sara Silveira e Maria Ionescu, o cineasta apresentava desde 2004 a Sessão do Comodoro no CineSesc, que exibia mensalmente filmes raros e inéditos no circuito brasileiro.

Reichenbach sofreu uma parada cardíaca quando estava em sua casa. Ele deixa a mulher, Lygia Reichenbach, três filhos e uma neta.

Veja a filmografia de Carlos Reichenbach

"Esta Rua Tão Augusta" (curta-metragem) (1967)
"As Libertinas" (episódio: Alice) (1968)
"Audácia" (episódio: A Badaladíssima dos Trópicos X os Picaretas do Sexo) (1970)
"Corrida em Busca do Amor" (1972)
"O Guru e os Guris" (produtor e diretor de fotografia) (1973)
"Lilian M: Relatório Confidencial" (1975)
"Sede de Amar" (1977)
"A Ilha dos Prazeres Proibidos" (1978)
"Amor, Palavra Prostituta" (1980)
"Sangue Corsário" (curta-metragem) (1980)
"Sonhos de Vida" (curta-metragem) (1980)
"O Paraíso Proibido" (1981)
"O Império do Desejo" (1981)
"As Safadas" (episódio: A Rainha do Fliperama) (1982)
"Extremos do Prazer" (1984)
"Filme Demência" (1985)
"Anjos do Arrabalde" (1986)
"City Life" (episódio: Desordem em Progresso) (1990)
"Alma Corsária" (1993)
"Olhar e Sensação" (curta-metragem) (1994)
"Dois Córregos" (1999)
"Equilíbrio & Graça" (curta-metragem) (2003)
"Garotas do ABC" (2003)
"Bens Confiscados" (2005)
"Falsa Loura" (2007; veja o tailer abaixo )


    Leia tudo sobre: Carlos Reichenbach

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG