“Violeta Foi para o Céu” vence o Cine Ceará 2012

Filme chileno recebe três Mucuripes, incluindo o de melhor filme em festival

iG Rio de Janeiro |

Divulgação
Fiorella Mattheis e Jean Thomas na entrega do premio de melhor filme
“Violeta Foi para o Céu” foi o grande vencedor da 22ª edição do festival ibero-americano de cinema, Cine Ceará 2012, que aconteceu em Fortaleza entre 1º e 8 de junho.

A ficção chilena de Andrés Wood levou o Troféu Mucuripe de melhor filme (e, com isso, um prêmio em dinheiro equivalente a U$10 mil), roteiro (de Eliseo Altunaga, Rodrigo Bazaes, Guillermo Calderón e Andrés Wood) e edição (Andrea Chignoli).

Premiação final

Longas-metragens
- Troféu Mucuripe de Melhor Longa metragem: “Violeta Foi para o Céu”, de Andrés Wood (o filme também recebe um prêmio em dinheiro de U$ 10 mil)
- Troféu Mucuripe de Melhor Direção: Claudio Assis por “Febre do Rato”
- Troféu Mucuripe de Melhor Fotografia: Gaizka Bourgeaud por “Bertsolari”, de Asier Altuna
- Troféu Mucuripe de Melhor Atriz: Graziela Felix por “Rânia”, de Roberta Marques
- Troféu Mucuripe de Melhor Ator: Luis Ziembrowski por “Un Amor” (“Um Amor”), de Paula Hernández
- Troféu Mucuripe de Melhor Roteiro: Eliseo Altunaga, Rodrigo Bazaes, Guillermo Calderón e Andrés Wood por “Violeta Foi para o Céu”. de Andrés Wood
- Troféu Mucuripe de Melhor Edição: Andrea Chignoli por “Violeta Foi para o Céu”, de Andrés Wood
- Troféu Mucuripe de Melhor Trilha Sonora Original: Jorge Du Peixe por “Febre do Rato”, de Claudio Assis
- Troféu Mucuripe de Melhor Som: Nerio Barberis e Santiago Arroyo, por “Fecha de Caducidad” (“Prazo de validade”) de Kenya Márquez
- Troféu Mucuripe de Melhor Direção de Arte: Juan Carlos Azevedo por “En el Nombre de la Hija” (“Em nome da filha”), de Tania Hermida
Curtas-metragens
- Troféu Mucuripe de Melhor Curta metragem: “Os lados da rua” de Diego Zon (ES)
- Troféu Mucuripe de Melhor Direção: Roberval Duarte por “Santas” (RJ)
- Troféu Mucuripe de Melhor Roteiro: Luiza Favale, Marcus Vinicius Vasconcelos, Nádia Mangolini e Vanessa Reis por “Realejo” (SP)
- Troféu “Mucuripe” à melhor produção cearense: “Querença” de Iziane Filgueiras Mascarenhas

Júri da Crítica
Prêmio da Associação Brasileira de Críticos de Cinema (Abraccine):
- Pelo roteiro engenhoso, pela evolução do arco dramático e pelo homogêneo trio de protagonistas, o prêmio da crítica de melhor longa vai para:
Longa : “Fecha de Caducidad” (“Prazo de Validade”), de Kenya Márquez (México)
- Pela combinação rigorosa entre técnica e discurso, pelo diálogo feliz da fotografia com as artes plásticas, o prêmio de melhor curta vai para:
Curta: “Dia Estrelado”, de Nara Normande (PE)
Prêmio da Crítica Internacional:
- “Un Amor” (“Um Amor”), de Paula Hernández (Argentina)

Outros prêmios
- Troféu Oscarito (Prêmio da Câmara Municipal de Fortaleza): Claudio Assis, por “Febre do Rato”
- Prêmio BNB (melhor filme com temática nordestina): “Rânia”, de Roberta Marques
- Prêmio Aquisição Canal Brasil para melhor curta-metragem: “A Galinha que Burlou o Sistema”, de Quico Meirelles (SP)

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG