Filme com canções de Roberto Carlos é o favorito no Cine PE Festival

“À Beira do caminho” é o mais cotado para levar os principais prêmios da noite. “Paraísos Artificiais” também tem chances

Valmir Moratelli, enviado a Recife (PE) |

Não há festa rave que segure a força de Roberto Carlos no angustiante “À Beira do caminho”, de Breno Silveira. É este o filme mais cotado para vencer o Cine PE Festival, que chega ao seu desfecho na noite desta quarta-feira (2), com a premiação das melhores produções.

O juvenil “Paraísos Artificiais” deve conquistar algum prêmio técnico, podendo até levar em fotografia ou direção (do estreante em ficção Marcos Prado). Mais do que isso seria injusto. João Miguel, de “À Beira do caminho”, assim como no Festival do Rio por “A hora e a vez de Augusto Matarga”, deve ser eleito melhor ator. Ainda que tenha um Matheus Naschtergaele em voo solo no “Na quadrada das águas perdidas”.

Nathalia Dill, protagonista seminua de “Paraísos Artificiais”, já pode se considerar quase a vitoriosa, mais pela falta de concorrentes do sexo feminino do que pela força de sua atuação.

Por fora competem ainda o documentário “Jorge Mautner – o filho do holocausto” , de Pedro Bial, e “Boca”, que foi reexibido após problemas na projeção.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG