Berenice Bejo será a protagonista do thriller de guerra dirigido por seu marido

Berenice Bejo durante coletiva sobre
Miguel Medina/AFP
Berenice Bejo durante coletiva sobre "O Artista", em janeiro de 2012
A atriz franco-argentina Berenice Bejo informou à imprensa nesta quarta-feira (25) que será a protagonista de um filme de guerra dirigido por seu marido, Michel Hazanavicius, e produzido por Thomas Langmann, diretor e produtor, respectivamente, do premiado filme mudo "O Artista".

Siga o iG Cultura no Twitter

Bejo, que teve um encontro com a imprensa para falar de seu papel como mestre de cerimônias na 65ª edição do Festival de Cannes, antecipou que a trama de seu novo filme transcorrerá durante o conflito na Chechênia.

A atriz também prometeu que atuará como mestre de cerimônias de Cannes com simplicidade e honestidade.

Leia também: Bérénice Bejo será mestre de cerimônias do Festival de Cannes

"Tentarei ser o mais simples e mais honesta possível", afirmou Bejo, negando que sua participação no evento não vai transformá-la na "estrela do festival".

"As estrelas do Festival são os filmes, os atores, os cineastas", enfatizou a atriz, que ganhou a fama internacional ao interpretar a adorável Peppy Miller em "O Artista".

Bejo, que na redação do discurso de abertura em Cannes será auxiliada pelos criadores de "Bref", uma série humorística do canal a cabo francês Canal+, não quis comentar o que vestirá na ocasião.

"Não sou um ícone da moda", explicou a atriz, que no encontro com a imprensa estava com o cabelo tingido de ruivo, o novo visual com que aparecerá no filme de Nicolas Bary, uma adaptação de "Au bonheur des ogres", romance do escritor francês Daniel Pennac.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.