Peças da mostra "First Time Out" incluem de ossos de lêmur gigante até remos da madeira da Ilha de Páscoa

selo

A exposição "First Time Out" traz peças históricas dos acervos de cinco diferentes museus britânicos. Esta será a primeira vez que as peças serão expostas ao público. Cada objeto será exposto por um perído em cada uma das instituições participantes. E cada vez que o artefato mudar de endereço, um novo texto será escrito para acompanhá-lo. A ideia é que um novo olhar seja lançado pelos diferentes especialistas de cada museu ao escrever um novo texto de acompanhamento.

O Museu de História Nacional traz ao público o crânio e mandíbula de um lêmur gigante, extinto há mais de 2 mil anos. Já o Jardim Botânico Kew Gardens exibe um quadro japonês que é também uma amostra da própria planta representada na pintura. A base do quadro é feita com a madeira de cada uma das espécies retratadas.

O público também poderá ver pela primeira vez o remo de madeira da Ilha de Páscoa que, segundo especialistas, teria sido usado em rituais de fertilidade. O Museu de Ciências exibe uma seleção de brinquedos que faziam parte da coleção da psicoterapeuta infantil Margaret Lowenfeld. Exemplares de remédios levados à Amazônia no início do século pelo explorador sueco Livingstone também fazem parte da exposição. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.