Charlie Sheen quer o fim de "Two and a Half Men"

Demitido da série no ano passado, ator diz que era apenas uma marionete para levantar a audiência

iG São Paulo com Bangshowbiz |

Divulgação
Charlie Sheen em cena de "Two and a Half Men"
O ator norte americano Charlie Sheen, de 43 anos, continua alfinetando a série "Two and a Half Men".

Após ser demitido do programa no ano passado por abuso de álcool e de drogas e por criticar abertamente o produtor executivo do seriado, Chuck Lorre , Sheen declarou em uma entrevista que "(o programa) não deveria continuar neste ano. Acho que as pessoas só estão lá porque não há nenhum outro lugar para ir. Ainda".

"Eu não quero competir com eles. Eu era uma marionete para levantar a audiência. Mas que seja. Eu segui adiante e não me importo com eles".

Siga o iG Cultura no Twitter

Disse também: "Tiremos o chapéu para Ashton (Kutcher, que o substituiu na série) por estar fazendo o melhor trabalho que pode. Eu não acho que ele está trabalhando com o melhor texto porque (Lorre) faz muitos programas. Ele, Jon Cryer e Angus T. Jones merecem material melhor".

Charlie Sheen, que estreia em breve seu novo seriado, "Anger Management", era o ator mais bem pago da TV por "Two and a Half Men", recebendo mais de US$ 1 milhão por episódio. Sobre seu novo programa, disse que será como "um foguete para a lua" e "que não decepcionará ninguém".

Leia também: Charlie Sheen faz acordo em processo sobre demissão de seriado

Sobre Lorre, declarou que "ele está fazendo suas coisas. E eu estou livre de sua escravidão".

    Leia tudo sobre: charlie sheentelevisão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG