Carlos Vereza atribui mensagem a Janete Clair

Falecida em 1983, novelista teria se comunicado através de psicografia

Valmir Moratelli, iG Rio de Janeiro |

Divulgação / TV Globo
Janete Clair, autora de novelas
Carlos Vereza tem, desde 2004, uma mensagem guardada em sua casa, na Barra da Tijuca, no Rio. Diz que ela é de autoria da novelista Janete Clair, falecida em 16 de novembro de 1983 e que teria sido dirigida aos filhos Denise e Alfredo por meio de psicografia. Com Dias Gomes, Janete teve os filhos Guilherme, Alfredo, Denise e Marcos Plínio, este falecido ainda criança com dois anos e meio.

Durante entrevista concedida ao iG , Vereza foi perguntado se autorizava que a mensagem fosse publicada. Ele fecha os olhos e abaixa a cabeça por alguns segundos. “Pode. É verdadeira. Nada é para ser escondido. Tudo que é oculto deve ser revelado. Quem sabe, de repente, os filhos veem a mensagem”, diz. O papel está digitalizado, porque o original, segundo ele, está guardado.

Janete foi autora de algumas das novelas de maior sucesso da história da televisão brasileira, como “Irmãos Coragem” (1970), “Selva de Pedra” (1972), “Pecado Capital” e “O Astro” (1978), que ganhou remake recente na TV Globo. Ela morreu vítima de câncer no intestino, aos 58 anos.

Leia também: 'Vi discos voadores e eles sabiam que eram vistos', diz Carlos Vereza

Ainda de acordo com Vereza, que frequenta o centro espírita Frei Luiz, na zona oeste do Rio, ele fez outros contatos “espirituais” por meio de psicografias. “Minha mãe, meu pai, minha tia, colegas como Dina Sfat, Lauro Corona, Daniela Perez, que graças a Deus está muito bem...”, lista.

A seguir, texto que, segundo o ator, foi escrito por uma médium através de psicografia e que conteria mensagem de Janete Clair. O texto fica guardado dentro da bíblia de Vereza:

“Janete Clair chega emocionada junto à mesa, coloca uma rosa vermelha, manda seu amor e saudade aos filhos e netos, diz estar bem, fazendo novelas em um belo e agradável teatro, onde ensina jovens a representar peças de amor cristão com ensinamentos e muita alegria, e assim meus queridos vamos aprendendo a amar, a viver. Temos responsabilidades antes e depois, pensem nisso com fé e alegria sempre. Meus amigos, força, coragem e luz. Paz a todos. Ana Maria, oramos para você de mãos dadas, em um belo jardim cultivado por nós mesmos. Como estou feliz. A vida continua. Denise e Alfredo, meus amados, força, sigam os passam de Jesus também com alegria. Lar de Frei Luis. Médium Vanete. 14/07/2004”


    Leia tudo sobre: psicografiajanete claircarlos vereza

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG