Caixa Cultural São Paulo recebe quatro mostras simultâneas

Gravuras raras do desenhista do Cristo Redentor são destaque na unidade da Avenida Paulista

AE |

Até meados de janeiro, as galerias da Caixa Cultural São Paulo, na Sé e na Avenida Paulista, recebem quatro exposições ao mesmo tempo. Há desde uma mostra que resgata gravuras raras de Carlos Oswald, o desenhista do monumento do Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, até uma exposição inspirada no livro "O conto da Ilha Desconhecida", de José Saramago.

Cinquenta e oito obras de Oswald pertencentes ao Museu Nacional de Belas Artes, nove gravuras de coleções particulares e as ilustrações originais de três livros que ele publicou compõem a exposição "Carlos Oswald - O Resgate de um Mestre", na Galeria Vitrine da Paulista. Entre esses trabalhos, estão os croquis do Cristo, que o artista fez na década de 30. "Poucas pessoas sabem que foi ele quem desenhou o Cristo, mas seu nome é bem lembrado no monumento", explica Paulo Vergolino, curador da exposição.

O soteropolitano Vinícius Almeida traz à capital a instalação "Lágrimas de São Pedro - Acalento ao Sertão Nordestino". Para falar da relação de fé do sertanejo com a chuva, ele expõe seis mil lâmpadas incandescentes cheias d’água, que são presas ao teto em alturas diferentes. Essa instalação cria um ambiente no qual o visitante se envolve espacialmente com a obra.

Outra inspiração inusitada é a do mineiro Luiz Martins, que utilizou o livro "O Conto da Ilha Desconhecida", de Saramago, para compor a exposição "Formas Silentes". A mostra possui sete peças tridimensionais, de aço e madeira principalmente. Luiz Martins conta que, após comprar uma placa de aço para utilizar em suas peças, vai a comunidades carentes para trocar por placas velhas. "Em Viena (na Áustria, onde Luiz tem um ateliê) sou conhecido como o artista que pensa na natureza", diz.

Já na Galeria Pedro II, a mostra "Bandeira de Mello, Retrospecto" reúne cerca de 65 obras, entre pinturas, desenhos e projetos. Há, ainda, a exibição de um filme com depoimentos do próprio Lydio Bandeira de Mello, pintor, hoje aos 81 anos.

Caixa Cultural - Tel. (011) 3321-4400. Entradas Gratuitas.

Formas Silentes - Até 16 de janeiro de 2011. Terça a dom., das 9h às 21h. Galeria Florisbela: Praça da Sé, 111, Centro.

Carlos Oswald - Até 20 de fevereiro de 2011. Terça a sáb., das 9h às 21h e dom. e feriados das 10h às 21h. Galeria Vitrine da Paulista do Conjunto Nacional (Av. Paulista, 2083, Cerqueira César).

Lágrimas de São Pedro - Acalento ao Sertão Nordestino - Até 20 de fevereiro de 2011. Terça a dom., das 9h às 21h. Galeria Octogonal (térreo e 1ºandar). Praça da Sé, 111, Centro.

Exposição Bandeira de Mello, Retrospecto - Até 16 de janeiro de 2011. Terça a dom., das 9h às 21h. Galeria Pedro II, Praça da Sé, 111.

    Leia tudo sobre: caixa culturalexposiçãomostra

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG