Biblioteca Mário de Andrade reabre em SP após 3 anos fechada

Acervo possui 327 mil livros, sendo 51 mil raros. Obras custaram R$ 16,3 milhões

EFE |

Agência Estado
Biblioteca foi transferida em 1943 para o Centro de São Paulo, em prédio de 12 mil metros quadrados
A Biblioteca Mário de Andrade, a segunda maior do Brasil, reabriu nesta terça-feira suas portas em São Paulo coincidindo com o aniversário de 457 anos da fundação da cidade, após permanecer três anos fechada para obras de restauração.

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, liderou a cerimônia de reabertura do edifício, situado no coração da capital paulista, num ato que contou com a presença da ministra da Cultura, Ana de Hollanda, o governador do estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, e o ex-candidato à Presidência José Serra.

"É um presente para a cidade. Uma biblioteca que traz muitas lembranças. Eu mesmo tenho boas histórias vividas aqui", declarou Kassab, citado em comunicado oficial. Para o prefeito, a restauração da biblioteca proporciona a oportunidade de continuar escrevendo "a história de São Paulo" nesse espaço.

AE
Reabertura foi marcada por protestos contra aumento das passagens de ônibus
Cerca de 40 manifestantes interromperam a cerimônia para gritar palavras de protesto contra o aumento para R$ 3 da tarifa de ônibus na capital paulista. "Kassab, ladrão, abaixa a condução" era uma das frases.

A biblioteca disponibiliza a partir desta terça-feira um acervo de 327 mil livros, entre os quais se encontram 51 mil peças consideradas raras ou especiais, segundo uma nota da instituição.

Além das obras de restauração da biblioteca, que tiveram um custo de R$ 16,3 milhões, a praça Dom José Gaspar, onde se encontra o edifício, também passou por obras de revitalização. Inaugurada em 1926 em outra área da cidade, a Mário de Andrade foi transferida em 1943 para sua atual localização, um espaço art déco de 12.032 metros quadrados projetado pelo arquiteto francês Jacques Pilon.

As obras de restauração permitiram recuperar a fachada, impermeabilizar o terraço, modernizar as redes internas de infraestrutura elétrica e transformar o espaço em um edifício com maior acessibilidade. A reinauguração da biblioteca conta com uma programação de atividades culturais, que incluem visitas guiadas e lançamento de livros, além de conferências e apresentações musicais.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG