Nova sede do Instituto Moreira Salles, assinada pelo escritório Andrade Morettin, ainda não tem prazo para ser entregue

Fotomontagem do projeto do novo Instituto Moreira Salles
Divulgação
Fotomontagem do projeto do novo Instituto Moreira Salles
A avenida Paulista, um dos mais importantes corredores culturais de São Paulo, ganhará mais um museu. Trata-se da sede do Instituto Moreira Salles (IMS), que será erguida em um terreno entre as ruas da Consolação e Bela Cintra.

O projeto leva a assinatura do escritório Andrade Morettin e pretende ser um marco arquitetônico na cidade. Ele venceu um concurso iniciado em setembro, do qual participaram cinco outros escritórios: SPBR Arquitetos, Bernardes Jacobsen Arquitetura, Una Arquitetos, Studio MK 27 e Arquitetos Associados.

O novo edifício destinará três andares (1.200 metros quadrados) para exposições e um cinema/auditório, além de uma biblioteca de fotografia, salas de aula para cursos, cafeteria, loja e a administração do museu. O IMS não revela o investimento na obra e não tem previsão de seu início.

Desde 1996, o Instituto tem uma galeria na rua Piauí, em Higienópolis, com espaço insuficiente para abrigar as grandes exposições de fotografia e artes plásticas que promove.

Com o novo museu, será possível também promover mostras de cinema, palestras, cursos e eventos musicais, como os que o IMS já realiza em seu centro cultural do Rio Janeiro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.