Artistas usam o corpo como tela para recriar pinturas

Chadwick Gray e Laura Spector recriam pinturas clássicas usando o corpo humano como tela no projeto "Anatomia de Museu"

BBC Brasil |

selo

Os artistas nova-iorquinos Chadwick Gray e Laura Spector recriam pinturas clássicas usando o corpo humano como tela no projeto "Anatomia de Museu". Iniciado em 1995, o projeto reúne uma série de fotografias das reproduções, que são feitas por Spector no corpo de Gray.

O artista performático, de 38 anos, tem que permanecer imóvel por até 15 horas para cada quadro pintado nele. No total, Gray já passou mais de 800 horas como plataforma para a pintura.

A dupla selecionou trabalhos de artistas mais e menos conhecidos em museus na Inglaterra, nos Estados Unidos, na Itália, na Espanha, na África do Sul, no Japão, na República Tcheca e na Tailândia, onde vivem atualmente.

Em seu site oficial, eles dizem que vasculham os arquivos dos depósitos de cada museu e que preferem retratos de mulheres feitos no século 19 ou pinturas que foram guardadas ou escondidas do público por serem polêmicas para a época.

A área em que o corpo de Chadwick Gray é pintado também depende de coincidências com a obra. Em alguns casos, a pose do artista reproduz a imagem, em outros, a pintura se concentra em uma parte do corpo que tem destaque no quadro original.

Depois de reproduzidas no corpo de Gray, as pinturas são fotografadas por Laura Spector e impressas no tamanho do quadro original. O trabalho de Chadwick e Spector está em coleções privadas por todo o mundo.

    Leia tudo sobre: Chadwick GrayLaura Spectorarte

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG