Artista chinês está em prisão domiciliar

Ai Weiwei disse que a polícia o proibiu de deixar sua casa até a noite de domingo

iG São Paulo |

Getty Images
O artista chinês Ai Weiwei: em prisão domiciliar por causa de festa em estúdio condenado pelo governo
O artista chinês Ai Weiwei, que no momento integra a 29ª Bienal de Artes de São Paulo com as estátuas do trabalho "Circle of Animals", foi proibido de deixar sua casa até a noite deste domingo (07.10) pela polícia de Pequim, na China.

De acordo com o artista, os oficiais tomaram essa atitude para coibir a grande festa que ele havia marcado para comemorar a demolição do seu estúdio recém-finalizado - e condenado pelo governo do país sob alegação de não ter autorizado sua construção.

Weiwei disse ao jornal "The Guardian" que as autoridades ficaram preocupadas após perceberem que muitas pessoas haviam confirmado o convite colocado no Twitter - e a China é conhecida por não gostar de grandes manifestações sem autorização ocorrendo em seu território.

"Eles apareceram na noite passada e disseram que eu deveria cancelar a festa, pois ela estava ficando muito grande. Eu respondi que não abandonaria meus planos porque seria a única chance de aproveitar a estrutura antes de sua demolição. Logo eles disseram que eu estava em prisão domiciliar", contou.

Paulo Vitale
Obra "Circle of Aninals" (círculo de animais) do artista chinês Ai Weiwei, exposta na 29ª Bienal de São Paulo
Apesar de tentar argumentar com a polícia, sugerindo que eles deixassem a festa ocorrer e a interrompessem caso algo fugisse do controle, o artista revelou que não houve negociação. "Explicaram-me de maneira bem educada que eram ordens - e eles estavam claramente envergonhados com a situação", afirmou.

"Isso é uma tragédia para a nação. Tudo precisa ser acertado pela polícia. É como se você usasse um machado para fazer todas as tarefas do lar porque não existem outras ferramentas", lamentou Weiwei.

As autoridades chinesas alegaram que a demolição do novo estúdio do artista não tem motivações políticas. De acordo com elas, o edifício foi construído sem autorização e de forma ilegal.

    Leia tudo sobre: Ai Weiwei

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG