Após ameaças, "Proibidão do Stand-Up" muda de endereço

Show de humor que aborda temas considerados delicados volta após pausa

Guss de Lucca, iG São Paulo |

Divulgação/Luis França
Os humoristas na noite de estreia do "Proibidão do Stand Up"
O "Proibidão do Stand-Up", show de humor em que comediantes fazem piadas com temas considerados delicados, deficiência física, raça e opção sexual, reestreia em São Paulo, no próximo dia 16, em novo endereço.

Siga o iG Cultura no Twitter

De acordo com o humorista Felipe Hamachi, a mudança ocorreu por pressão do Kitsch Club e por ameaças sofridas por ele na internet. Agora, após duas semanas de interrupção, o evento ocorrerá no Memphis, um local em Moema.

"Fizemos um acordo com a casa. Eles estavam sendo pressionados e resolvemos dar um tempo. Nisso surgiu a oportunidade de ir para o Memphis."

De acordo com Felipe, as ameaças surgiram após a polêmica da primeira noite do "Proibidão", em que o músico Raphael Lopes acusou-o de racismo ao sentir-se ofendido por uma piada. "Recebi por e-mail e nas redes sociais frases como 'tome cuidado ao andar na rua' e 'já sabemos onde você mora'. Mas a gente sabe que não fez nada de errado."

Opinião: "Proibidão do Stand Up" tenta fazer graça com humor chulo adolescente

Questionado sobre o processo que o músico teria aberto contra ele, Felipe disse não saber de nada. "A opinião pública virou bastante desde que os jornais começaram a mostrar os dois lados da história. Tem muita gente querendo ver o show e por isso não vamos abandonar a ideia."

O retorno do "Proibidão do Stand-Up" acontece na segunda-feira (16), às 21h, no Memphis (avenida dos Imarés, 295).

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG