Considerado "racista", grafite de Banksy é destruído na Inglaterra

Por BBC Brasil |

compartilhe

Tamanho do texto

Novo desenho do artista mostrava um grupo de pombos segurando cartazes anti-imigração

BBC

O grafite foi pintado nesta semana na cidade de Clacton-on-Sea e mostrava cinco pombos segurando cartazes como "Voltem para a África" em frente a um pássaro mais exótico.

Reprodução
Desenho de Banksy que estava em mural na cidade de Clacton, Inglaterra

O conselho local, que removeu a imagem, disse que havia recebido uma queixa de que a obra era "ofensiva" e "racista" e que não sabia que ela era um trabalho de Banksy.

O artista, que permanece anônimo, publicou fotos do grafite mais cedo em seu website. Mas, no momento em que foi anunciado, a obra já havia sido removida.

Inspeção

"O lugar foi inspecionado por uma equipe que concordou que ele poderia ser visto como ofensivo e foi removido nesta manhã, de acordo com nossa política de remover esse tipo de material em 48 horas".

"Nós obviamente gostaríamos de (ter) um Banksy original em qualquer de nossas ruas e ficaríamos encantados se ele voltar no futuro".

Um porta-voz do artista plástico afirmou que ele não se manifestaria mais sobre o assunto.

Os trabalhos de Banksy normalmente contêm declarações políticas sobre assuntos como aquecimento global, guerras, espionagem ou condições degradantes de trabalho.

No passado, sua arte foi cortada das paredes e vendida por centenas de milhares de libras.

Clacton-on-Sea será palco no próximo dia 9 de uma eleição suplementar motivada pela decisão do congressista local de trocar de partido, filiando-se ao Ukip (Partido da Independência da Grã-Bretanha), de extrema direita.

Leia tudo sobre: banksygrafitearte de rua

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas