Pai do design de móveis brasileiros criou peças que decoram casas de celebridades e prédios públicos como o Itamaraty

O arquiteto e designer de móveis Sérgio Rodrigues, carioca conhecido como o pai do design de móveis brasileiro, morreu na manhã desta segunda (1). Rodrigues estava em casa, no bairro do Botafogo, no Rio, no momento do falecimento.

O corpo do arquiteto deve ser cremado na próxima quarta-feira (3) e a causa da morte ainda não foi divulgada. Rodrigues deixa a esposa e três filhos. Ele tinha 86 anos e era sobrinho do escritor Nelson Rodrigues.

Seus móveis compõem a decoração de muitas celebridades, como as apresentadoras Fernanda Lima e Regina Casé, além da atriz norte-americana Kim Novak, que se encantou pela clássica poltrona Mole (também chamada Sheriff), nos anos 1960.

O arquiteto e designer Sergio Rodrigues
Divulgação
O arquiteto e designer Sergio Rodrigues

Formado pela faculdade de arquitetura e urbanismo da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rodrigues iniciou suas atividades durante aos anos 1950. Em 1973, fundou seu próprio escritório, a Sergio Rodrigues Arquitetura, no Rio de Janeiro.

Seu trabalho como designer de móveis prioriza o uso de madeiras nativas e muitas de suas criações estão em prédios públicos como o Palácio do Planalto, o Itamaraty e também em várias salas da Universidade de Brasília.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.