Morre o designer Sergio Rodrigues, que fez móveis para o Palácio do Planalto

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Pai do design de móveis brasileiros criou peças que decoram casas de celebridades e prédios públicos como o Itamaraty

O arquiteto e designer de móveis Sérgio Rodrigues, carioca conhecido como o pai do design de móveis brasileiro, morreu na manhã desta segunda (1). Rodrigues estava em casa, no bairro do Botafogo, no Rio, no momento do falecimento.

Sergio Rodrigues assina móveis clássicos de Fernanda Lima. Foto: Reprodução/Ego/Ruy TeixeiraDetalhe do Salão Nobre do Palácio do Planalto com poltronas Vronka, de Sérgio Rodrigues. Foto: Divulgação/Palácio do PlanaltoPoltrona 'mole' de Sergio Rodrigues comprada pela atriz norte-americana Kim Novak. Foto: ReproduçãoSofá do famoso designer Sérgio Rodrigues. Foto: salesale/divulgaçãoAs cadeiras do auditório do Departamento de Música da UnB são também de Sérgio Rodrigues. Orientação dos arquitetos era que o conceito de modernidade passasse pelos móveis. Foto: Alan Sampaio / iG BrasíliaMais um objeto desenhado por Sérgio Rodrigues. Pesquisa sobre mobiliário da UnB quer identificar móveis feitos para a UnB à época da sua construção. Foto: Alan Sampaio / iG BrasíliaA mesa do primeiro auditório da UnB também é de Sérgio Rodrigues, mas esse valor não é percebido por todos. Foto: Alan Sampaio / iG BrasíliaA mesa de reuniões do gabinete do reitor da UnB também é de Sérgio Rodrigues. Os pesquisadores do mobiliário da universidade contam que muitas peças foram perdidas. Foto: Alan Sampaio / iG BrasíliaSergio Rodrigues assina esta poltrona que é sua marca registrada. Foto: DivulgaçãoPoltrona Diz, de Sergio Rodrigues, no Hotel Fasano. Foto: DivulgaçãoA famosa poltrona Mole, de 1957 é uma das peças que compõem a exposição “Sergio Rodrigues – 55 anos de móvel como objeto de arte”, no espaço Artemobilia, em São Paulo. Foto: DivulgaçãoCouro e madeira combinam-se em muitas das criações de Sérgio Rodrigues, como a poltrona Kilin. Foto: DivulgaçãoBanco Mucki, criado em 1958 por Sérgio Rodrigues. Foto: DivulgaçãoEm 1957, o designer de móveis Sérgio Rodrigues fez a poltrona Mole. De jacaranda e tapeçaria nova em couro. Foto: Gal Oppido

O corpo do arquiteto deve ser cremado na próxima quarta-feira (3) e a causa da morte ainda não foi divulgada. Rodrigues deixa a esposa e três filhos. Ele tinha 86 anos e era sobrinho do escritor Nelson Rodrigues.

Seus móveis compõem a decoração de muitas celebridades, como as apresentadoras Fernanda Lima e Regina Casé, além da atriz norte-americana Kim Novak, que se encantou pela clássica poltrona Mole (também chamada Sheriff), nos anos 1960.

Divulgação
O arquiteto e designer Sergio Rodrigues

Formado pela faculdade de arquitetura e urbanismo da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rodrigues iniciou suas atividades durante aos anos 1950. Em 1973, fundou seu próprio escritório, a Sergio Rodrigues Arquitetura, no Rio de Janeiro.

Seu trabalho como designer de móveis prioriza o uso de madeiras nativas e muitas de suas criações estão em prédios públicos como o Palácio do Planalto, o Itamaraty e também em várias salas da Universidade de Brasília.

Leia tudo sobre: mortearquitetoSergio Rodriguesdesignermóveis

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas