Atriz e ativista Ruby Dee morre aos 91 anos

Por Reuters |

compartilhe

Tamanho do texto

Além de uma indicação ao Oscar, a atriz teve seis indicações ao Emmy

Reuters

A lendária atriz de cinema e teatro Ruby Dee, aclamada no palco, no cinema e na televisão e figura notável no movimento de direitos civis nos Estados Unidos, morreu em casa, informou uma amiga da família nesta quinta-feira (12).

Reuters
A atriz Ruby Dee foi indicada ao Oscar em 2008 pelo trabalho em "O Gângster"

A atriz, que tinha 91 anos, faleceu na noite de quarta-feira (11) em New Rochelle, no Estado de New York, cercada por sua família.

"Ela morreu de causas naturais", informou Arminda Thomas, que trabalha para a família de Dee. "Foi abençoada com uma vida longa”.

A artista de baixa estatura foi indicada ao Oscar em 2008 por seu papel no filme “O Gânster”. Depois de ser indicada a seis prêmios do Emmy, o Oscar da TV nos EUA, ela recebeu o prêmio em 1991 por sua atuação no filme de televisão "Decoration Day".

Ruby foi casada com o também ator Ossie Davis durante 56 anos, até a morte dele em 2005. O casal, que teve três filhos, desenvolveu uma parceria artística e de ativismo excepcionalmente produtiva e longeva.

Atuaram juntos em 11 peças e cinco filmes e participaram de alguns eventos cruciais da turbulenta era da luta pelos direitos civis no seu país.


Leia tudo sobre: CULTURAGENTERUBYMORRERuby DeeOscaratriz

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas