Arquiteto japonês Shigeru Ban ganha Pritzker

Por Reuters |

compartilhe

Tamanho do texto

Asiático é conhecido por projetos modernistas arejados e trabalho humanitário

Reuters

O arquiteto japonês Shigeru Ban, conhecido por seus projetos modernistas arejados e trabalho humanitário, ganhou o Prêmio Pritzker de Arquitetura 2014, o principal desta categoria, disseram os organizadores na segunda-feira (24).

Reuters
O arquiteto Shigeru Ban posa no Centre Pompidou-Metz

Ban, de 56 anos, é o segundo arquiteto consecutivo do Japão a ganhar o prêmio de US$ 100 mil (R$ 232 mil) e o terceiro arquiteto japonês nos últimos cinco anos. O vencedor do ano passado foi Toyo Ito.

O Prêmio Pritzker de Arquitetura foi criado pelo falecido Jay A. Pritzker e sua mulher, Cindy, em 1979, para os homenagear arquitetos mais inovadores do mundo.

Siga o iG Cultura no Twitter

Ban é talvez mais conhecido por seus projetos arejados e econômicos, como o museu Centre Pompidou, em Metz, na França, com o seu telhado ondulado branco suportado por treliças de madeira. Seus trabalhos são conhecidos por usar materiais de baixo custo que muitas vezes são de origem local.

Ban, que disse ter influência da simplicidade e eficiência da carpintaria japonesa, também dedicou grande parte de projetos para os esforços humanitários, incluindo abrigo para pessoas deslocadas por conflitos ou desastres.

Ele primeiro projetou abrigos a partir de itens de baixo custo e reutilizáveis, muitas vezes na forma de tubos de papel, para os refugiados do conflito de Ruanda, em 1994, e também para as pessoas afetadas pelo terremoto de 1995 em Kobe, no Japão.

"Quando comecei a trabalhar desta forma, quase 30 anos atrás, ninguém estava falando sobre o meio ambiente", disse Ban em comunicado. "Mas esta forma de trabalhar veio naturalmente para mim."

Ele receberá o prêmio em uma cerimônia no museu Rijksmuseum, em Amsterdã, na Holanda, em junho.

Leia tudo sobre: shigeru banarquiteturapritzker

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas