Seriado do Netflix tem os 13 episódios do segundo ano disponíveis a partir desta sexta-feira

Três Emmys, um Globo de Ouro e um prêmio entregue pelo Sindicato dos Roteiristas servem para ilustrar a ótima avaliação recebida pela primeira temporada de "House of Cards". E serviram também para turbinar o segundo ano da série, disponível a partir desta sexta (14) no serviço de streaming Netflix.

Ao chegar ao público em fevereiro de 2013, "House of Cards" já chamava a atenção logo de cara por dois motivos: 1) era a primeira grande aposta do Netflix como criador de conteúdo; 2) os 13 episódios da temporada de estreia foram colocados no ar simultaneamente - diferentemente do que ocorre com outras séries nas emissoras tradicionais de TV, não era preciso esperar dias ou semanas para assiistir aos episódios.

"House of Cards" serviu para quebrar um paradigma da televisão, mas o sucesso da série não está apenas no ineditismo de seu formato - está, também, no roteiro e nas atuações dos atores.

A atriz Kate Mara em evento de divulgação de 'House of Cards'
Getty Images
A atriz Kate Mara em evento de divulgação de 'House of Cards'

Baseada em um seriado britânico, "House of Cards" faz um retrato cruel do sistema político norte-americano, por meio dos olhos e das ações de Frank Underwood (interpretado por Kevin Spacey), um deputado democrata viciado por poder e que não poupa esforços para conseguir o que quer.

Kevin Spacey e Robyn Wright em evento de divulgação de 'House of Cards'
Getty Images
Kevin Spacey e Robyn Wright em evento de divulgação de 'House of Cards'

Frank é casado com Claire Underwood (Robyn Wright), igualmente pragmática e ambiciosa e que não tem nenhum escrúpulo para ajudar o marido. Ela comanda uma ONG ambiental.

Outro personagem importante é a jornalista Zoe Barnes (Kate Mara), que se envolve com Frank e usa informações passadas pelo político para construir suas reportagens. Zoe acaba se afastando de Frank e investiga crimes que possam ter sido cometidos pelo político, como a morte de um candidato a governador.

Essa intrincada trama é desenrolada em um ritmo ágil e faz de "House of Cards" um thriller político viciante. E uma terceira temporada já foi anunciada pelo Netflix.

Abaixo, o iG separou sete perguntas para serem respondidas pela segunda temporada de "House of Cards". Em seguida, veja o trailer.

Claire está grávida?
No final da primeira temporada, Claire consultou-se com um especialista em fertilidade. Mas o fato ainda é segredo - ela não contou a Frank.

Claire e Frank têm relações sexuais?
Por mais intensa que seja a cumplicidade política dos dois, não há indício de que os dois tenham relações sexuais, e os casos fora do casamento são aceitos e discutidos pelo casal.

Claire é bissexual?
Em cenas da primeira temporada, Claire flerta com a repórter Zoe Barnes, a mesma que teve um caso com Frank Underwood. O político teve um relacionamento homossexual quando era estudante na faculdade, e em alguns diálogos Frank e Claire declararam que são livres.

O relacionamento entre Zoe Barnes e Lucas Goodwin vai se intensificar mesmo que a ética jornalística dos dois jornalistas seja diferente?
Depois de romper com Frank, a repórter Zoe Barnes começa um tímido relacionamento com o colega Lucas Goodwin. Os dois passam a juntar peças que podem incriminar Frank. Um relacionamento sério entre os dois pode causar estragos para a carreira de Frank.

Zoe Barnes vai descobrir que Peter Russo foi morto por Frank?
A repórter começou a investigar a estranha morte do candidato a governador e é ajudada pelos colegas Janine Skorsky e Lucas Goodwin.

Qual é a intenção de Frank na escalada pelo poder? Depois da vice-presidência dos EUA, até onde quer chegar?
No último episódio da primeira temporada, Frank aceita o convite para ser vice-presidente dos EUA, cargo que normalmente tem pouco poder. E Frank é obcecado pelo poder. 

O sindicalista Paul Capra entrará no jogo político proposto por Frank?
Amigo de Peter Russo, que morreu na primeira temporada enquanto estava em capanha para governador da Pensilvânia, o sindicalista foi sondado para substituir Russo como candidato. Se aceitar, seu papel crescerá na série e ele terá um papel fundamental nas ambições de poder de Frank.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.